Estado

Foto: Divulgação

O Sindicato dos Trabalhadores nos Correios do Estado vai protocolar no Ministério Público Federal uma ação contra os Correios alegando condições precárias das agências no Estado bem como escalas de trabalho incompatíveis e outros problemas. Segundo informou ao Conexão Tocantins o presidente do Sindicato, José Aparecido Rufino um dossiê com mais de 100 páginas será entregue no MPF para comprovar as alegações.

“O dossiê mostra a situação física precária, a falta de funcionários, os prédios estão cheios de mofo, os equipamentos de informática são ultrapassados”, conta o presidente.

O Sindicato representa cerca de 700 servidores. Ao todo são 147 agências de correios no Estado. Ano passado uma das agências de Taquaralto chegou a ser interditada pelas condições de risco do prédio.