Polí­tica

Foto: Divulgação

Em Colinas do Tocantins a disputa eleitoral caminha para ser polarizada entre o atual prefeito, José Santana Neto (PT) e a ex-gestora da cidade, Maria Helena Defavari. Santana tem proximidade institucional com o governo estadual mas ainda assim Defavari diz acreditar que será o nome apoiado pelos governistas.

“Sempre acompanhei o grupo do governo e creio que não haverá objeção para conseguir o apoio aqui em Colinas”, afirmou a pré-candidata em entrevista ao Conexão Tocantins nesta quinta-feira, 8. Maria Helena já tem o apoio declarado do deputado estadual governista Sandoval Cardoso (PSD) que assumiu ontem o comando da Secretaria Estadual das Cidades.

Sandoval confirmou ao Conexão Tocantins que articula apoio para o nome de Maria Helena. “Nesse momento estamos focados na união do grupo e isso é muito importante”, disse a pré-candidata. Em 2008, a esposa de Sandoval, Marcela Cardoso (PMDB) concorreu ao pleito.

O grupo de Maria Helena já tem, segundo ela, o apoio garantido do PP e do PRP. “Alguns membros do PMDB também estarão conosco. Não sei se o partido vai declarar apoio mas já temos adesão de membros do partido”, completou a pré-candidata. A esposa de Sandoval continua nos quadros do PMDB e poderá articular o apoio do partido para Maria Helena.

A pré-candidata avaliou que a atual gestão do prefeito Santana passa por um desgaste. “Acho a reeleição difícil, existe uma insatisfação popular muito grande”, disse.

Movimentações do PT

Já o PT tem como reforço o apoio da deputada estadual Amália Santana que também tem boa aproximação com o governo. Em recente conversa com o Conexão Tocantins sobre as movimentações para o pleito de outubro o prefeito Santana não confirmou que irá tentar reeleição e salientou que no momento está focado na gestão em busca dos resultados para as metas que elencou em várias áreas.

O gestor trabalha para manter o apoio dos partidos que ajudaram na sua eleição em 2008.