Cursos & Concursos

Foto: Divulgação

As empresas Faculdades Integradas Brasil Amazônia – Fibra, Imagem e Dados e o Instituto Ludus entraram com recurso com relação á fase das propostas técnicas do certame do Quadro geral. As empresas terão cinco dias úteis para apresentarem as alegações no processo licitatório. O prazo começa a contar a partir desta sexta-feira, 30.

A análise técnica é a segunda fase da licitação que está em andamento para escolha da empresa que fará o certame do Quadro geral. Nessa etapa a Assessoria em Organização de Concurso Público – AOCP foi a primeira colocada atingindo a nota máxima de 1,0 ponto.

Após análise dos recursos das empresas o processo seguirá para a terceira etapa que é a análise dos preços. A Secretaria Estadual de Administração alega que assim que essa fase for concluída o edital será lançado e em seguida os candidatos poderão fazer as inscrições. Lembrando que o certame já tem 60 mil inscritos.

Não foi divulgado ainda quantas vagas o certame terá para o Quadro Geral. O Sindicato dos Servidores Públicos defende que o concurso ofereça mais de 10 mil vagas. O certame cancelado no ano passado pelo atual governo previa mais de seis mil vagas.

Com relação ao atraso no cronograma do certame o governo continua afirmando que os prazos serão compensados depois do processo licitatório. Os membros da comissão organizadora do certame já foram nomeados oficialmente.