Polí­tica

Foto: Divulgação

O diretório estadual do Partido dos Trabalhadores do Tocantins, comandado por Donizeti Nogueira, pretende buscar o apoio do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva para as eleições deste ano nos municípios. “Vamos buscar na direção nacional e especialmente nele o apoio para ajudar a gente a encaminhar nosso processo”, disse Nogueira.

A direção pretende analisar a disposição de agenda do ex-presidente para fazer tal interlocução. “O Lula estará contribuindo nas grandes questões. Ele tem uma grande capacidade de diálogo”, reafirmou. O PT tem 50 pré-candidatuas lançadas no Estado para o pleito de outubro deste ano.

Com relação às articulações do partido na capital o PT mantém os nomes do vereador e presidente da Câmara Ivory de Lira , do deputado estadual José Roberto Forzani, além do militante Ney Robson, como pré-candidatos, mas ainda não definiu quem será o nome da legenda. “O PT precisa primeiro de tudo buscar definir quem é o candidato porque aí vamos ter condições de dialogar melhor com os outros partidos da base”, defende.

Defendendo veemente que o PT apresente um pré-candidato para tentar continuar no comando da prefeitura de Palmas, Donizeti revelou que uma reunião na noite deste sexta-feira, 30, vai discutir o assunto. “Nessa reunião de hoje onde o tema são as eleições com certeza haverá avanço com relação ao assunto para definir o candidato”, ponderou.

Ao comentar sobre as articulações e pretensões do PT para as eleições na capital Donizeti frisou que o processo eleitoral passa pelas articulações do prefeito de Palmas, Raul Filho e pelo vereador Ivory. “O PT tem a responsabilidade de não deixar de apresentar uma alternativa para a população”, avaliou.

O prefeito Raul lidera o grupo de partidos formado pelo PMDB, PR, PSB e PDT , todos com pré-candidaturas lançadas aguardando a definição de quem será o nome do grupo apoiado pelo atual gestor.

Lula nas eleições

Após receber a confirmação de que o tumor na laringe desapareceu o ex-presidente Lula afirmou na quarta-feira, 28, que voltará à vida política. Em vídeo divulgado o ex-presidente agradeceu o apoio recebido. “Agora volto à minha militância política com muito mais cuidado, muito mais maduro e muito mais calejado, pensando em primeiro lugar em cuidar da saúde, mas sobretudo pensando em continuar lutando para ver se conseguimos melhorar a vida do povo brasileiro um pouco mais”, disse Lula.

Para Donizeti, ao retornar ás articulações políticas do PT Lula dará o suporte para a atual gestão da presidente Dilma Rousseff. “Ao governo da presidente cabe governar, a articulação eleitoral é o PT quem faz”, ponderou o presidente do PT no Tocantins.