Estado

Foto: Divulgação

Mais de 60 pequenos produtores rurais de Barrolândia participaram, nesta quarta-feira, 4, da consulta pública do PDRIS – Projeto de Desenvolvimento Regional Integrado Sustentável, que visa à indicação, por parte da população, de trechos de estradas vicinais para receber investimentos deste projeto. Vairene Milhomem disse que mobilizou seus colegas para votação porque a região Barreiro, onde moram, precisa muito da estrada para escoamento da produção de banana e leite. “Nós não podemos perder essa oportunidade, pois dependemos da estrada e qualquer melhoria será bem-vinda”, disse ela.

O PDRIS é um projeto que o Governo do Estado está executando em parceria com Banco Mundial com o objetivo de promover melhorias nas áreas de infraestrutura, saúde, educação, meio ambiente e gestão pública, impulsionando o desenvolvimento do Estado com ações diretas nos municípios. Ao todo serão investidos R$ 685,7 milhões, ao longo dos próximos anos. As ações do projeto devem ser encerradas em 2016.

A primeira ação do PDRIS é direcionada a 72 municípios das regiões Centro-oeste, Noroeste e Sudoeste, com recursos de R$ 133,4 milhões divididos entre eles. Essa divisão observa a população, área e IDH - Índice de Desenvolvimento Humano de cada município beneficiado.

Para a melhoria de estradas vicinais de Barrolândia está previsto o investimento de aproximadamente R$ 784 mil. O município, conforme o IBGE, tem 5.336 habitantes e produz bananas, abacaxi, leite e hortifruti. Estudos técnicos vão apontar quais os trechos escolhidos pela população que comporão o Projeto.

Em ordem decrescente de prioridade, os trechos indicados pelos barrolandenses são: BR 153 – Três Marias/ Divisa com Monte Santa, 40 km, beneficiando 60 famílias, 18 votos; Cerâmica Ouro Verde/Ferrovia, 17 Km, beneficiando 20 famílias, 12 votos; Fazenda Pioneira/Cabeceira do Grotão, 8 Km, beneficiando 12 famílias, 7 votos; BR 153 – Km 464/Fazenda São José, 15 Km, beneficiando 10 famílias, 7 votos; Barrolândia/Ribeirão Jatobá – Divisa com Abreulândia, 45 Km, beneficiando 95 famílias, 5 votos; Barrolândia – São Borges/ Fazenda Novo Horizonte, 22 Km, beneficiando 55 famílias, 3 votos; Fazenda Taguatinga/Assentamento – Fazenda Canadá, 3 Km, beneficiando 20 famílias, 2 votos; Fazenda Pioneira – Fazenda Água Doce/Região Primavera, 25 Km, beneficiando 50 famílias, 1 voto; Fazenda Pioneira/ Fazenda Novo Horizonte, 35 Km, beneficiando 40 famílias, 1 voto. (Ascom)

Por: Redação

Tags: Banco Mundial, Barrolândia, PDRIS