Estado

Foto: Divulgação

A presidente da República, Dilma Roussef lançou hoje (12) em Brasília a segunda etapa do programa Minha Casa Minha Vida. A nova versão do programa habitacional do governo federal vai construir 2,4 milhões de casas populares em municípios com menos de 50 mil habitantes até 2014 através do PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento). No Tocantins, 116 municípios foram selecionados com a construção de 40 casas por município.

João Ribeiro e ATM

O senador João Ribeiro, que participou ativamente da inclusão dos municípios do Tocantins nesta etapa do Programa, relatou que “inicialmente apenas 44 municípios do Tocantins haviam sido aceitos pelo Ministério das Cidades. Com a ajuda da ATM (Associação Tocantinense dos Municípios) conseguimos quase triplicar o número de municípios tocantinenses que serão incluídos no mais importante programa habitacional do governo federal”.

Encontramos diversas dificuldades até a escolha final dos municípios. Desde a falta de interesse de algumas instituições financeiras em fazer parcerias com os municípios da Região Norte até questões técnicas e burocráticas do Ministério das Cidades, que se baseou em índices como o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) e o déficit habitacional do município, explicou João Ribeiro. Os outros 20 municípios do Tocantins que têm direito ao Minha Casa Minha Vida mas ainda não foram incluídos no Programa deverão entrar numa outra edição do Programa que deverá ser lançada ainda neste ano, previu o senador. João Ribeiro novamente colocou o seu gabinete em Brasília à disposição dos prefeitos interessados em levar o Minha Casa Minha Vida para seus municípios.

O próximo passo desta etapa do Programa é a escolha das instituições financeiras que financiarão a construção das casas, previsto para o próximo dia 29 de maio. Até lá, as prefeituras já podem estabelecer os seus próprios critérios de escolha dos beneficiados e iniciar o cadastramento das famílias interessadas, sugeriu João Ribeiro.

Minha Casa Minha Vida

Na primeira edição do Programa Minha Casa Minha Vida foram oferecidas 400 mil casas para pessoas de baixa renda na área urbana. Com a nova versão do programa habitacional serão dois milhões de casas para pessoas com até três salários mínimos de renda familiar.

As novas casas do programa Minha Casa, Minha Vida 2 serão diferentes das casas do programa antigo. Uma das diferenças é que todas as casas agora terão um sistema de aquecimento por energia solar. Outra novidade é que as casas terão azulejos em todas as paredes da cozinha e banheiro, e também terão piso cerâmico em todos os cômodos. As portas e janelas, por sua vez, serão maiores, informou a presidente Dilma Roussef no lançamento do Programa, em Brasília.

O subsidio federal para a construção das unidades habitacionais passou de R$ 13 mil da primeira fase do programa para R$ 25 mil por unidade no Minha Casa Minha Vida 2. Além disso, a área construída das casas passou de 32 metros quadrados de área útil para 36 metros quadrados.

Municípios escolhidos pelo Minha Casa Minha Vida 2

Aguiarnópolis, Almas, Aliança do Tocantins, Alvorada, Ananás, Angico, Aparecida do Rio Negro, Arraias, Aragominas, Araguacema, Araguaçu, Araguanã, Araguatins, Arapoema, Augustinópolis, Axixá, Bandeirantes do Tocantins, Barra do Ouro, Barrolândia, Buriti do Tocantins, Brasilândia, Cachoeirinha, Campos Lindos, Carrasco Bonito, Carmolândia, Cariri, Caseara, Centenário, Chapada da Areia, Chapada de Natividade, Colméia, Combinado, Conceição do Tocantins, Couto Magalhães, Darcinópolis, Dianópolis, Dois Irmãos, Dueré, Esperantina, Fátima, Figueirópolis, Filadélfia, Formoso do Araguaia, Fortaleza do Tabocão, Goianorte, Goiatins, Guaraí, Itacajá, Itaguatins, Itapiratins, Itaporã do Tocantins, Jaú do Tocantins, Juarina, Lagoa da Confusão, Lagoa do Tocantins, Lajeado, Lavandeira, Lizarda, Luzinópolis, Marianópolis, Maurilândia, Mateiros, Miracema do Tocantins, Miranorte, Monte do Carmo, Monte Santo, Muricilândia, Natividade, Nazaré, Nova Rosalândia, Nova Olinda, Novo Alegre, Novo Jardim, Palmeirante, Palmeiras do Tocantins, Palmeirópolis, Pau D Arco, Pedro Afonso, Peixe, Pequizeiro, Pindorama do Tocantins, Piraquê, Pium, Ponte Alta do Tocantins, Ponte Alta do Bom Jesus, Porto Alegre, Porto Nacional, Pugmil, Praia Norte, Riachinho, Rio da Conceição, Rio dos Bois, Rio Sono, Sandolândia, Sampaio, Santa Fé do Araguaia, Santa Maria do Tocantins, Santa Rosa, Santa Tereza, Santa Terezinha, São Bento, São Sebastião, São Valério da Natividade, São Félix do Tocantins, São Miguel, Silvanópolis, Sítio Novo, Sucupira, Taguatinga, Taipas do Tocantins, Tocantínia, Tocantinópolis, Tupirama, Tupiratins, Wanderlândia e Xambioá. (Ascom João Ribeiro)