Estado

Foto: Tharson Lopes

O Programa Minha Casa Minha Vida voltado para servidores públicos foi lançado na manhã dessa terça-feira, 5, pelo governador do Tocantins, Marcelo Miranda, e pelo ministro das Cidades, Gilberto Kassab. O programa prevê a construção de 3.250 unidades habitacionais em diversas regiões de Palmas, uma parceria entre o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Regional Urbano e Habitação (Sedruh), e o governo federal.   

Inicialmente, o programa vai atender a 392 famílias de servidores públicos estaduais, com renda de até seis salários mínimos. Os apartamentos serão construídos em área doada pelo Estado na quadra Arne 61, em Palmas. No mercado imobiliário, um apartamento do programa é avaliado em R$ 170.000,00, com os subsídios, o imóvel sairá para o servidor ao valor de R$ 133.150,00.   

De acordo com o secretário Aleandro Lacerda, o programa vai atender, inicialmente, aos servidores públicos estaduais, mas também será ampliado para atender a servidores do município de Palmas. “O cadastro dos servidores será realizado por um correspondente bancário da Caixa Econômica Federal na sede da Sedruh, em Palmas. “Vamos iniciar com o cadastro desse empreendimento na Arne 61 e, à medida que formos preenchendo a demanda, vamos abrindo o cadastro para outro empreendimento que poderá contar com a participação de servidores públicos municipais”, explicou.

Primeira etapa

Os apartamentos que serão construídos na Arne 61 terão área de 61,47 m², com dois quartos, sendo uma suíte. O cadastramento, para esta primeira etapa começa na próxima segunda-feira, 11.   

Proposta 

Durante o lançamento do programa, o secretário Aleandro Lacerda também apresentou ao ministro a proposta de ampliação do Minha Casa Minha Vida para famílias, com renda entre dois e três salários mínimos. O Estado já possui uma área com infraestrutura na Arso 92, em Palmas, que pode ser disponibilizada para a construção de mais unidades habitacionais.