Polí­tica

Foto: Divulgação

O diretor geral do site Boletim Político, André Mastroianni, lamentou nesta quinta-feira, 12, o pronunciamento do deputado estadual José Bonifácio (PR), que questionou o resultado de uma enquete feita pelo site para saber a preferência dos leitores entre os pré-candidatos à Prefeitura de Palmas e conclamou os outros deputados a se unirem contra o empreendedor e pré-candidato a prefeito, Carlos Amastha, o primeiro colocado na sondagem. Bonifácio alegou o fato de Amastha ser estrangeiro. “O site ainda lamenta essa forma de xenofobia por parte de algumas pessoas do nosso Estado. Isso vai de encontro com a nossa democracia e com o estatuto do PR - Partido da República no qual o nobre deputado é filiado”, disse Mastroiani.

Amastha é filiado ao Partido Progressista desde que deixou o Partido Verde, que tem como pré-candidato a prefeito de Palmas, o deputado estadual Marcelo Lelis. O pré-candidato também tem nacionalidade brasileira, sendo que é casado com brasileira e reside no País há 30 anos.

Segundo Mastroiani, o site, com intuito de divulgação do trabalho colocou alguns outdoors em Palmas, Araguaina, Gurupi e outras cidades com o resultado parcial da enquete que pergunta qual o pré-candidato a prefeito de Palmas é preferido dos leitores do site. “Queremos dizer que de forma alguma pensamos em provocar a ira de políticos”, disse o diretor geral do noticioso.

Quanto à enquete, Mastroiani diz que o site não infringiu lei alguma, “estas enquetes são somente meros levantamentos de opiniões, não se trata de pesquisa eleitoral, prevista no art. 33 da Lei de nº 9.504/97, sem controle de amostra, as quais não utilizam método científico para sua realização, dependendo, apenas, da participação espontânea do interessado. E antes de fazermos os outdoors consultamos o TRE e até mesmo o TSE”, diz.

O site Boletim Político, segundo Mastroiani, existe há mais de 6 anos, “antes éramos Tocantins Noticias e fizemos uma fusão com o Boletim Político, por isso mudamos de nome. Então que fique claro que o Sr. Carlos Amastha não é dono e nem tem ações em nossa empresa. Portanto me admira a falta de conhecimento de políticos do Tocantins, em especial do deputado José Bonifácio, no que se refere às leis eleitorais”, afirma Mastroiani.

Segundo o diretor, o site continuará com as com as enquetes nos demais municípios, “com o mesmo sistema de apenas um voto por computador, ficando em nossos arquivos os registros dos IPs votantes”, disse.

Artigo 12

Sobre a questão da possível xenofobia, o diretor do site Boletim Político fez questão de lembrar que o Artigo 12 da constituição federal em seu parágrafo 3º diz que são privativos de brasileiros natos os cargos: de Presidente e Vice-Presidente da República; de Presidente da Câmara dos Deputados; de Presidente do Senado Federal; de Ministro do Supremo Tribunal Federal; da carreira diplomática; de oficial das Forças Armadas; e de Ministro de Estado da Defesa. “Portanto, sem querer defender ninguém, nada impede o senhor Carlos Amastha de ser pré-candidato a prefeito de Palmas”, concluiu Mastroianni.