Cultura

Foto: Divulgação

Representantes do movimento junino, hip hop, rock, dança e teatro participaram durante o último final de semana, de mais uma reunião do mini-fórum Cultura 10, realizada na sede do Ponto de Cultura Arte Fato, região Norte de Palmas.

No mini-fórum, os participantes apresentaram suas demandas e sugestões ao Plano Municipal de Cultura de Palmas, elaborado pela Fundação Cultural do município para o decênio 2012-2022. Entre as sugestões, elencaram a falta de equipamentos culturais na região Norte, como bibliotecas e espaço cultural na região.

“Nós não temos nenhum espaço para apresentar nossos trabalhos e isso acontece não é só com a quadrilha junina, mas com os outros movimentos também”, argumentou o integrante da Quadrilha Junina Arrasta Pé do Liberdade, Filemon Pinheiro, ao sugerir a construção deste espaço.

A valorização dos artistas, oficinas de capacitação e festivais municipais de cultura também foram solicitados pelos participantes. Para a professora de dança de salão, Jucélia Gomes, é preciso valorizar as pessoas que trabalham com a arte. “A arte faz a diferença na vida das pessoas e um profissional desta área deve ser visto de forma diferenciada, inclusive com remuneração”, ressaltou.

As sugestões apresentadas neste mini-fórum serão sistematizadas para compor o documento final dos cinco encontros regionais realizados na Capital. O próximo encontro acontece dia 5 de maio, a partir das 16h, na Sala Sinhozinho, no Espaço Cultural.