Estado

Promovido para levar energia elétrica a todas as famílias do campo no Brasil, o Programa Luz Para Todos, do governo federal, tem demorado para chegar a chácaras e sítios de alguns municípios do Tocantins, conforme reclamação de moradores ao Conexão Tocantins. De acordo com os agricultores das zonas rurais de Paranã e Ponte Alta, desde 2006 o programa é aguardado para levar energia elétrica às famílias.

No município de Paranã, o agricultor Miguel Pereira de Farias, do sítio Belém, afirmou que desde 2006 aguarda a instalação dos equipamentos e a efetivação do programa federal para que a energia elétrica chegue às lâmpadas e tomadas de seu sítio. “Eu entendo que é obra pública. Mas eles dizem que foi feito, mas não podem fornecer energia”, disse.

O agricultor destacou que a parte que cabe ao Governo Federal já foi feito, restando apenas a instalação do equipamento que é de responsabilidade da Celtins. “Eles alegam que estão em processo de contratação de empreiteira e que isso leva tempo”, salientou.

Além de Miguel, o morador da zona rural de Ponte Alta, Clinério Dias, também sente falta da energia elétrica prometida pelo Programa Luz para Todos. De acordo com ele, no município existem obras que começaram posteriormente e que já foram acabadas. “Eu fico indignado porque aqui no nosso município existem obras que começaram muito depois e que já foram concluídas”, disse.

De acordo com Dias, as obras em Ponte Alta estão paradas desde o ano passado, mas ainda falta a efetivação do programa. “Os padrões já foram instalados, as redes já foram feitas”.

Celtins

A Celtins informou ao Conexão Tocantins, através de sua assessoria de imprensa, que o processo do Luz Para Todos em Paranã já foi aprovado pelo comitê gestor no Tocantins, presidido pela Eletronorte. De acordo com a empresa, a obra atende aos critérios do programa e está em fase de planejamento para execução. O prazo dado pela Celtins para a conclusão das obras na região é até o final do ano.

Já para a cidade de Ponte Alta, a empresa não definiu o status das obras e nem um prazo para a conclusão dos trabalhos e instalação do Programa Luz Para Todos.