Estado

Foto: Divulgação

A Deputada Solange Duailibe (PT) disse, durante sessão plenária desta quarta-feira, 13,que o Programa “Tocantins sem Fome” é mais instrumento eleitoreiro que o governo Estadual inventou para conduzir as eleições municipais.

“Os cartões estão sendo entregues por pré-candidatos a prefeito e a vereador, da base do governo, numa demonstração clara de compra votos. A própria primeira dama de Pium já fez essa denúncia” – destaca a parlamentar, acrescentando que as ações deveriam seguir a impessoalidade dos programas federais.

Segundo Solange, o “Tocantins sem Fome” é semelhante ao outro programa de incentivo de novas oportunidades, lançado no ano passado. “Lembram quando o governo distribuiu, no Jardim Taquari, vários lotes de mil Reais e a condição para pegar o dinheiro era a apresentação do título de eleitor?” – questionou a petista.

Orçamento histórico

A deputada voltou a criticar a saúde estadual e perguntou o que o atual governo está fazendo com o orçamento da pasta.

“ O que está sendo feito com o orçamento histórico de R$ 1 bilhão e 200 milhões da saúde? Por que os hospitais regionais estão abandonados?” questionou Solange cobrando mais uma vez a presença do secretário Nicolau Esteves para dar explicações. (Ascom Solange Duailibe)

Por: Redação

Tags: Pium, Solange Duailibe, Tocantins Sem Fome