Estado

Os prefeitos e representantes dos municípios de Pedro Afonso, Bom Jesus do Tocantins, Centenário, Itacajá, Recursolândia, Santa Maria do Tocantins e Tupirama assinaram, na manhã desta quinta-feira, 14, o termo de adesão ao Plano de Superação da Extrema Pobreza “Tocantins sem Miséria” durante evento no auditório da prefeitura de Pedro Afonso. Na ocasião, também foram beneficiadas 240 pessoas com o programa de microcrédito “Nossa Oportunidade”. Participaram do evento o presidente do Prodivino, Isamar Moraes (Mazinho), a subsecretária do Trabalho, Marisa Sales e autoridades locais.

O Plano ‘Tocantins sem Miséria’ é a versão estadual do plano nacional “Brasil sem Miséria”, que visa levar ações de Estado àqueles que ainda não tem acesso a nenhum tipo de serviço ou programa assistencial. No Tocantins, o Plano ficou a cargo da Setas – Secretaria do Trabalho e da Assistência Social, que tem a missão de comandar a interlocução com as demais Secretarias Estaduais e envolver os governos municipais na luta contra a extrema pobreza.

Segundo o secretário da Setas, Agimiro Costa, o principal compromisso do atual governo é cuidar das pessoas, portanto o Estado não tem poupado esforços para responder a todas as solicitações do Governo Federal quanto a adesão e implantação do Plano Brasil sem Miséria. Agimiro também falou sobre as ações desenvolvidas pela Setas dentro do Plano: “Nosso maior esforço sempre foi para dar oportunidade de trabalho para as pessoas. O primeiro projeto que criamos foi o “Caminhos para o Emprego” que nos deu um diagnóstico das principais demandas do mercado de trabalho, posteriormente criamos o Microcrédito Nossa Oportunidade. E só neste ano já atendemos mais de 3 mil pessoas com cursos profissionalizantes e de inclusão produtiva. Além disso temos os programa de transferência de renda “Tocantins sem Fome” cursos de Segurança Alimentar e tantas outras ações que completam uma rede de proteção social”.

O prefeito de Pedro Afonso, José Julho Chagas, agradeceu a iniciativa do governo do estado em enfrentar o problema da miséria com políticas sérias: “O Plano teve o cuidado de incluir todas as secretarias e prefeituras o que prova que a iniciativa é para valer e não se trata de ação de cunho político”. Declarou o prefeito.

Durante o evento também foi constituído o 12° Comitê Regional do “Tocantins sem Miséria”, que terá junto aos outros 12 comitês já formados no Estado a função de elaborar propostas e projetos que devem ser incluídos no Plano. Os participantes do evento e autoridades locais também instituíram e constituíram o Conselho Regional de Economia Solidária da Regional de Pedro Afonso.

Participam dos eventos e da constituição dos Comitês os secretários municipais de saúde, educação e assistência social, diretores e coordenadores de escolas estaduais e municipais, presidentes das Apaes, coordenadores dos Cra’s e Crea’s, presidentes dos conselhos de: assistência social, saúde, segurança alimentar, tutelar da criança e da adolescência, presidentes de associações, cooperativas, presidentes de bairros, ONG’s, ocisp’s, e a sociedade civil organizada.

Nossa Oportunidade

Programa lançado pelo Governo do Estado em julho de 2011 oferece crédito simplificado no valor de R$ 1mil, sem consulta ao SPC/Serasa, com três meses de carência e financiado em 36 parcelas com juros de 0,5%. O programa beneficia a pequenos trabalhadores informais, como vendedores ambulantes, costureiras, salgadeiras, e outros. Até o momento, o Nossa Oportunidade já beneficiou mais de 24 mil famílias tocantinenses. (Ascom Setas)