Saúde

Foto: Divulgação

A Secretaria Estadual da Saúde (Sesau) realiza até sexta-feira, 29, a 2ª Oficina da PPI - Programação de Pactuação Integrada - dos serviços de saúde de média e alta complexidade. O evento iniciou na última segunda-feira, 25, segue, na Escola de Gestão Fazendária do Tocantins. Participam da oficina gestores de saúde de 30 municípios, que compõem as regiões de Saúde Cantão, Capim Dourado e Cultura do Cerrado.

O objetivo é programar metas físicas e financeiras de ações e serviços de Atenção Básica, média e alta complexidade, ambulatorial e hospitalar, conforme as novas mudanças no sistema, a fim de otimizar a prestação dos serviços de saúde desde o primeiro atendimento ao usuário.

De acordo com a coordenadora de Desenvolvimento de Políticas de Saúde, Marleide Aurélio da Silva, essas pactuações irão garantir o referenciamento adequado e o acesso aos pacientes de municípios que não dispõem de determinados serviços.

Até o final de setembro deste ano, serão realizadas oficinas com todos os municípios tocantinenses. Após este período o Estado fará uma análise e consolidação das pactuações, para serem encaminhadas para o Ministério da Saúde.