Estado

Foto: Carlessandro Souza

A Secretaria Estadual do Trabalho e Assistência Social (Setas) iniciou nesta segunda-feira, 21, a capacitação de novas turmas de gestores do Cadastro Único e Programa Bolsa Família (PBF), na Escola de Gestão Fazendária (Egefaz), em Palmas/TO. As aulas acontecem até sexta-feira, 25,  sempre de 8h às 12h e de 14h às 18h, e atendem 70 participantes de 47 municípios tocantinenses, divididos em três turmas.

A capacitação busca melhor qualificar as equipes gestoras, e é voltada para secretários municipais, gestores e técnicos responsáveis pelo Cadastro Único e PBF nos 139 municípios tocantinenses.

“Buscamos saber como os municípios estão lidando, se adequando, e se portando diante dos desafios do Cadastro Único e Bolsa Família. Queremos conhecer quais as principais dificuldades encontradas em seus municípios, e queremos principalmente orientá-los quanto aos ritos a serem seguidos e os passos mais adequados para uma boa gestão”, falou a secretária da Setas, Patrícia do Amaral, na abertura do evento.

Entre os pontos a serem abordados durante o curso estão os conceitos básicos, processo de cadastramento, atualizações cadastrais, as responsabilidades das esferas de governo, e muitos outros.

Amanda Alves Campos, secretária municipal de Assistência Social de São Salvador, cidade localizada a 380km de Palmas, fez questão de participar e falou das expectativas da capacitação. “Sempre acompanho de perto a movimentação de nosso município em relação ao Cadastro Único e Bolsa Família, e espero aprimorar meus conhecimentos e sair daqui preparada para resolver as questões necessárias”, disse ela.

Cadastro Único e Programa Bolsa Família

O Cadastro Único é o principal instrumento do Estado brasileiro para a seleção e a inclusão de famílias de baixa renda em programas federais; sua execução é de responsabilidade compartilhada entre o governo federal, os estados, os municípios e o Distrito Federal.

O Programa Bolsa Família é um programa que contribui para o combate à pobreza e à desigualdade no Brasil; possui três eixos principais: complemento da renda, acesso a direitos, e articulação com outras ações.