Polí­tica

Foto: Divulgação

O PCdoB por meio de seu presidente estadual, Davis Miranda de Souza, informa através de comunicado à imprensa nesta terça-feira, 26, que o partido decidiu por reforçar o grupo que tenta viabilizar uma terceira via política visando as eleições de outubro em Palmas. O partido reuniu no último domingo as direções metropolitana e estadual para debater sobre o processo político eleitoral da capital. O grupo da terceira via é integrado pelo PP, PSB, PCdoB e, recentemente o PPL, que tem como presidente Abraão Lima, também se aproximou do grupo, segundo informação do seu presidente ao Conexão Tocantins.

Segundo o comunicado do PCdoB, o cenário da disputa eleitoral da Capital, neste momento, apresenta elementos que permitem afirmar que a bipartidarização da disputa não se efetivará.

No comunicado o partido ainda informa que a pré-candidatura da deputada Luana Ribeiro (PR) ao paço municipal é um movimento que tem estremecido as relações entre os partidos da base de sustentação do governo municipal. “Uma vez que, quando das eleições de 2008 alguns compromissos foram assumidos e deveriam ser efetivados agora”, informa o partido, sobre os compromissos do prefeito Raul Filho (PT) assumidos naquela oportunidade.

A deputada do PR se aproximou do prefeito Raul Filho, por meio do seu pai, senador João Ribeiro, que firmou aliança com o petista na capital. Entretanto, tanto ela quanto seu pai, no plano estadual fazem parte do grupo do governador Siqueira Campos (PSDB) que tem como pré-candidato na capital o pevista Marcelo Lelis. Isto tem gerado desconforto no grupo de sustentação do prefeito.

O PCdoB também informa que o grupo da terceira via ganhou maior fôlego nos últimos dias, ao conquistar a simpatia, de setores importantes do PMDB. “Pois, ao se juntar ao grupo o seu pré-candidato a prefeito seria aceito em igualdades de condições aos demais”, afirma o partido. Ainda segundo o partido o grupo tem a simpatia de setores do PT, que foi se construindo ao longo dos debates sobre a sucessão municipal em uma agenda política que perpassou pela unidade na Luta contra a Expansão e pela Regularização Fundiária do Plano Diretor da Capital e pelo lançamento de uma Frente Estadual destes partidos e da realização conjunta do Seminário de Oportunidades: Desperta Palmas! Onde foram apresentadas propostas para a futura gestão da capital.