Polí­tica

Foto: Divulgação

Já na noite desta sexta-feira, 29, e após dois anúncios de adesão, o pré-candidato à Prefeitura de Palmas, Marcelo Lelis (PV) recebeu o apoio da vice-prefeita Edna Agnolin (PDT). A adesão foi depois de intensas negociações e muitas especulações em torno do possível acordo que levaria Edna a compor com alguma coligação.

Edna compunha um grupo com os deputados Wanderlei Barbosa (PSB) e Sargento Aragão (PPS). Os deputados, no entanto, não acompanharam a decisão da vice-prefeita e devem seguir rumos distintos nas eleições deste ano.

Ainda durante a tarde desta sexta, o candidato do PV já havia recebido o apoio do PMDB, que indicou a pré-candidata a vice, Cirlene Pugliese, além do senador Vicentinho Alves e da ex-prefeita de Palmas Nilmar Ruiz, ambos do PR.

Em entrevista concedida após a reunião que definiu o apoio de Edna, a vice-prefeita comentou sobre a nova composição com o pevista. “Deputado Marcelo Lelis, como eu já lhe falei, seu nome foi muito bem aceito pelo nosso partido, mas o importante foi que o senhor aceitou nossas sugestões para o plano de governo”, salientou.

A vice-prefeita ainda confirmou que irá assumir cargo fundamental na campanha de Lelis durante o processo eleitoral. “Nós vamos assumir a coordenação da campanha de vereadores da coligação”, disse.

Já o pré-candidato do PV, destacou a força política da vice-prefeita de Palmas e de seu PDT. Sobre o grande número de adesões do dia (4 no total), Lelis frisou que vem planejando sua candidatura há muito tempo. “Nosso projeto vem de 20 anos quando fui convidado para fazer o paisagismo da capital”, lembrou.

Depois das adesões de PMDB, parte do PR, PDT e PSC (fechada nesta tarde), a candidatura de Lelis tem, ao todo, 13 partidos para a disputa eleitoral.