Estado

Foto: Divulgação

Secretários de Estado de Planejamento da Região Norte, Mato Grosso e Maranhão discutem a implantação de 73 obras previstas nos nove eixos integrados de transportes, priorizados pelo projeto Norte Competitivo da CNI – Confederação Nacional da Indústria, bem como a viabilidade econômica de alguns projetos para os diversos Estados.

As discussões acontecem no Hotel dos Girassóis II, durante a reunião ordinária do Conseplan – Conselho Nacional dos Secretários de Estado do Planejamento. O Conseplan tem o objetivo de discutir, organizar e implantar ações que garantam o fortalecimento da região por meio das trocas comerciais, projetos integradores e perspectivas de cada Estado.

De acordo com a secretária de Estado do Planejamento e da Modernização da Gestão Pública, Vanda Maria Gonçalves Paiva, a Região Norte é a que mais cresce no País, no entanto é necessário a implantação de novos negócios, para a geração de empregos e aumento de renda dos cidadãos. “Nós precisamos de desenvolvimento”, salientou a Secretária.

No evento, o secretário do Planejamento e Gestão do Estado da Paraíba e Presidente da Conseplan - Conselho Nacional de Planejamento, Gustavo Nogueira, ressaltou que a proposta do encontro é enriquecer o documento anteriormente elaborado, por meio da discussão dos itens.

Conforme o presidente do Conseplan, depois de detectados os problemas centrais determinantes para o crescimento econômico da Região, como mão de obra deficiente, degradação dos ecossistemas, infraestrutura, baixa diversificação produtiva, desigualdade socioeconômica, é possível elaborar projetos, com cronogramas pré estabelecidos que supram tais demandas.

O pré-projeto aborda temas como a implantação das 73 obras previstas nos nove eixos integrados de transportes priorizados pelo projeto Norte Competitivo da CNI, bem como a viabilidade econômica de alguns projetos para os diversos Estados.

Conforme explicou a secretária Vanda Paiva, o Aeroporto de Palmas é o segundo maior em extensão territorial no País, portanto, deve-se analisar a possibilidade de aproveitá-lo para que se torne um aeroporto de cargas. Caso isso aconteça, de acordo com a Secretária, o Tocantins tornará um centro logístico, atuando nas rodovias, com a duplicação da BR-153, hidrovias, pelo rio Tocantins e ferrovia, que passa pelo Estado.

Para o secretário do Planejamento do Maranhão, Antônio José Chatack Camelo, a atividade de planejamento é necessária em um mundo globalizado, exige infraestrutura e gera fluidez econômica. “o projeto está bem estruturado, planejar é importante e evita falhas, agora é hora de sairmos do planejamento e partirmos para a prática”, complementou Chatack.

Foi discutido sobre a criação de projetos integrados, capazes de gerar desenvolvimento e captação de recursos do Governo Federal. “precisamos sensibilizar o Governo Federal para as demandas e anseios do povo nortista, mas para que isso ocorra é necessária a apresentação de projetos que viabilizem tais obras, salientou o secretário George.

O governador Siqueira Campos também participou do evento. Às 20h30 os secretários visitarão a Flit - Feira Literária Internacional do Tocantins, onde prestigiarão a apresentação do Balé Bolschoi - Suíte do Balé Dom Quixote. (Ascom Seplan)