Polí­tica

Foto: Divulgação

O plenário do Congresso Nacional aprovou na tarde desta terça-feira, um projeto de resolução que abre vagas em comissões mistas para serem ocupadas por parlamentares do PSD. O projeto aumenta em 10% até 2015 o número de vagas nessas comissões para atender à nova legenda. Com isso, o novo partido vai indicar dois deputados para a CPMI do Cachoeira.

O líder do PSD na Câmara dos Deputados, deputado Guilherme Campos (SP), indicou os deputados César Halum (TO) e Armando Vergílio (GO). Vergílio chegou a ser secretário no governo de Marconi Perillo (PSDB-GO), um dos investigados pela comissão e César Halum cujo estado tem autoridades denunciadas pela CPMI.

"O deputado do PSD não é de segunda categoria e precisa exercer sua função em plenitude", argumentou Campos para defender a ampliação de vagas. Além da CPI, os deputados do PSD passarão a ter presença também na Comissão Mista de Orçamento (CMO).

O deputado federal César Halum, avaliou a indicação como um novo desafio e afirmou que fará jus a confiança depositada. “Não quero e nem vou decepcionar o partido e nem mesmo os brasileiros. Vou agir com muita calma e cautela. Utilizarei o recesso que começará a partir de amanhã, para aprofundar todos os assuntos e em agosto iniciar minha participação”, disse. (Assessoria de Imprensa)