Campo

Foto: Madson Maranhão

A área plantada de cana-de-açúcar no Tocantins deve aumentar em 18,5% em 2012, segundo informações levantadas pela Diretoria de Agroenergia da Secretaria da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário (Seagro). Atualmente, as lavouras de cana-de-açúcar no Estado ocupam uma área de 27 mil hectares e a expectativa é que até o fim do ano o plantio ocupe 32 mil ha.

De acordo com o coordenador de Etanol da Seagro, Marcus André Ribeiro, esse crescimento das áreas de lavouras de cana-de-açúcar no Tocantins deve ser constante nos próximos anos. “Temos uma indústria de etanol instalada no Estado, a Bunge de Pedro Afonso, que sozinha vai demandar até 2016, o dobro da atual produção”, afirmou Ribeiro.

“O intuito do Governo é atrair novas indústrias de etanol para o Estado, o que vai aumentar ainda mais a produção de cana-de-açúcar, que hoje é praticamente restrita a região de Pedro Afonso, em razão da indústria”, afirmou o coordenador de Etanol, acrescentando que o Estado possui disponibilidade de terras e condições de clima, solo e ambiente favorável ao plantio da cana em várias regiões.

Até o final de 2012, devem ser processados dois milhões de toneladas de cana-de-açúcar no Tocantins. O período de colheita iniciou em maio e deve seguir até setembro. A expectativa, é que até 2016, a Bunge processe 4,5 milhões de toneladas de cana.(Ascom Seagro)