Polí­tica

Foto: Divulgação

A candidata a prefeita de Palmas, Luana Ribeiro (PR), e o vice, Alan Barbiero (PSB), comemoraram a decisão da presidente Dilma Rousseff em sancionar a Lei das Cotas para as universidades federais,  que terão quatro anos para reservar 50% das vagas de todos os cursos e turnos a estudantes que cursaram integralmente o ensino médio em escola pública. Além disso, pela lei, uma parte dessas vagas deve ser dedicada a negros, pardos e índios, e outra a alunos com renda familiar igual ou menor a 1,5  salário mínimo per capita.

Luana destacou que a medida é muito importante para o país, e lembrou que Alan já fez adotava essa ideia quando foi reitor da UFT – Universidade Federal do Tocantins. “Nosso vice-prefeito é um visionário, por isso está conosco. Conseguiu colocar o sistema antes na UFT, dando oportunidade a todos os estudantes”, disse Luana.

Hoje, 70% dos acadêmicos da UFT vêm de escola  pública. Índice mais alto que a média nacional. Além disso,  mais de 50% das vagas da universidade já são preenchidas por negros, pardos e índios.

“Adotamos uma política de interiorização da universidade que facilitou o ingresso de estudantes de baixa renda na UFT”, destacou Alan Barbiero. Segundo o reitor, a decisão da presidente Dilma mostra que a UFT está no caminho certo. “Ficamos muito felizes em saber disso, estamos agindo em consonância com o que o Brasil quer e saímos na frente neste quesito”, falou. (Assessoria de Impresa)