Polí­tica

Foto: Divulgação

O candidato a prefeito de Palmas Marcelo Lelis (PV) participou, nesta quinta-feira, 6, do programa Almoçando com a Notícia, da rádio O Jornal, onde teve a oportunidade de apresentar as ações para enfrentar os problemas no setor da Saúde, e que serão colocadas em prática durante sua gestão. No programa, que teve a participação de ouvintes, Marcelo Lelis reafirmou que os problemas na saúde em Palmas são de gestão, mas que existem soluções viáveis para enfrentar esta crise e oferecer uma vida digna para todas as famílias de Palmas.

Marcelo Lelis relembrou que, se a atual administração municipal tivesse cumprido o compromisso, feito há mais de sete anos, de entregar os hospitais das regiões Sul e Norte, o Hospital Geral de Palmas não passaria por problemas de superlotação. “Podem ter certeza que, se a atual gestão não entregar este hospitais, nós faremos isso logo no primeiro ano de nossa administração”, garantiu Marcelo Lelis, reafirmando, também, que vai investir na prevenção, atuando antes da doença acontecer. “Vamos priorizar a realização de consultas, nos centros de saúde e nos ambulatórios, equipar as unidades e humanizar o atendimento, para que as pessoas sejam tratadas com o respeito a que têm direito”, garantiu.

Dentre a série de ações para solucionar os problemas da saúde, que fazem parte de seu Plano de Governo, Marcelo Lelis falou da importância de valorizar o profissional da saúde, para que o cidadão possa ser melhor atendido por toda a rede de servidores públicos.

Propostas Lelis para a Saúde

Saúde Noite e Dia

Um programa que vai agir nos principais problemas que afetam os serviços de saúde de Palmas, com uma série de medidas, que vai desde a construção e ampliação da estrutura física até a humanização do atendimento nas unidades de saúde. Vamos realizar as cirurgias de maior demanda, contratando hospitais da rede privada, para garantir o atendimento à população enquanto os novos hospitais não estiverem funcionando. Adequar os serviços de Urgência e Emergência das unidades de saúde para atender aos casos mais simples. Readequar o atendimento e os serviços dos Centros de Especialidades, para agilizar consultas e exames laboratoriais. Organizar um sistema de prontuário eletrônico integrado a toda rede de saúde do município, para que os médicos tenham acesso ao histórico do paciente. Garantir a oferta de medicamentos, prioritariamente, para o combate às doenças que mais fazem as pessoas procurarem as unidades de saúde. E implantar serviço de atenção nutricional, nas Unidades de Saúde da Família, garantindo atendimento aos usuários com equipes multiprofissionais.

Centro de Atenção à Mulher

A instalação do Centro de Atenção à Mulher vai garantir uma atenção especial à saúde da mulher palmense. Com a construção dos hospitais, os postos de Pronto Atendimento existentes, nas regiões Sul e Norte de Palmas, serão adaptados para receber os novos centros. Um local onde as mulheres terão atendimento diferenciado, com ginecologistas e acesso a exames preventivos como câncer do colo do útero e mama. As gestantes farão as consultas de pré-natal com obstetras e realizarão todas as ultrassonografias necessárias. Após o parto, o Centro disponibilizará pediatras e nutricionistas, para o acompanhamento das crianças, até os três anos de vida.

Palmas sem Drogas

O problema do tratamento contra as drogas será encarado de frente, com um enfoque principal no combate à epidemia de crack, que já atingiu nossa cidade. Serão ações transversais, que envolverão diversas áreas da gestão municipal, como a Saúde, a Educação, a Capacitação Profissional, o Esporte, a Cultura e o Lazer. Na área da Saúde, a gestão viabilizará a criação do Centro de Internação Apoiada para Dependentes Químicos. O objetivo deste Centro será reforçar a rede de tratamento, que hoje é formada praticamente pela iniciativa privada ou do Terceiro Setor com um complexo com cerca de 30 vagas. Também será instalado um Consultório de Rua, onde uma equipe formada por médicos, psiquiatras, enfermeiros, assistentes sociais, psicólogos e pedagogos prestará atendimento aos dependentes químicos diretamente na rua, com o suporte de um ambulatório móvel. (Assessoria de Imprensa)

Por: Redação

Tags: Eleições 2012, Marcelo Lelis, O Jornal