Polí­tica

Foto: Divulgação

A reestruturação salarial e da carreira dos Agentes, Escrivães e Papiloscopistas da Polícia Federal (EPA´s) é a principal reivindicação do movimento grevista citada por policiais federais ao candidato a prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PP) e a seu vice, deputado Sargento Aragão (PPS), durante encontro nesta quinta-feira, 20.

Na ocasião, Amastha destacou, “a valorização das categorias ligadas a segurança pública é primordial para o fortalecimento da área”, e completou, “vamos dialogar com a bancada federal do nosso partido para apoiar os interesses da classe em Brasília”.

Especialista na área e membro do Conselho Nacional de Segurança Pública, Sargento Aragão ressaltou a legitimidade do movimento. “Tenho o maior respeito por essa exemplar corporação, que pela capacidade de seus profissionais tem executado com excelência diversas operações exitosas. Mas na contramão a esses resultados positivos, os policiais federais estão desde 2008 sem reajuste salarial e sem a estruturação de suas carreiras de acordo com as atribuições”.

Com a reestruturação das carreiras, os policiais federais esperam garantir a definição de um plano de carreiras, admitindo o exercício de cargos de chefia de acordo com a experiência e competência do servidor e a própria reestruturação salarial que seja compatível com as competências de cada cargo. (Assessoria de Imprensa)