Polí­tica

Foto: Gleydson Medeiros Presidente da Câmara, Ivory de Lira (PT) Presidente da Câmara, Ivory de Lira (PT)

Um grupo de vereadores da capital entre eles o presidente da Câmara de Palmas, Ivory de Lira (PT) foram ao Ministério Público Estadual para denunciar o que chamam de compra de voto na capital através da contratação de pessoas.

Segundo informou Ivory ao Conexão Tocantins  a intenção dos vereadores é pedir que o MPE averigue a contratação de cabos eleitorais que estaria acontecendo por parte da coligação do candidato Marcelo Lelis (PV).

“Nós tivemos lá fazendo essa observação, é visível a contratação em massa de cabos eleitorais e isso é uma afronta à democracia”, salientou o vereador. Também foram ao MPE os vereadores Bismarque do Movimento (PT), Milton Neris (PR), Hermes Damaso (PR) e José do Lago Folha Filho (PTN).

Segundo o grupo o MPE se comprometeu a investigar a denúncia. “Queremos que as providências sejam tomadas e que tudo seja investigado”, reforça. O valor proposto para as contratações de cabos eleitorais, segundo os vereadores, seria de  R$ 200. Segundo informações ao Conexão Tocantins mais de 20 mil cabos eleitorais estariam sedo contratados. A denúncia teria chegado aos vereadores através de eleitores.