Esporte

Foto: Divulgação
  • Ediléia durante encontro com o secretário da Juventude e dos Esportes, Olyntho Neto

A canoagem do Tocantins ajudou o Brasil a conquistar o vice-campeonato Sul-Americano de Canoagem Velocidade, Canoagem Maratona e Paracanoagem disputado no final de semana, em Ciudad de Tigre, na Argentina. O título de campeão ficou com a Argentina, donos da casa, que dominou as provas realizadas na nova Pista Nacional de Remo e Canoagem. Os canoístas tocantinenses faturam para a Seleção Brasileira sete medalhas, sendo três de ouro com a atleta Ediléia Reis, nas categorias Feminino Júnior 500 metros e nas provas de 5.000 metros no K1 Feminino Junior e outra nos 200 metros. Ediléia já havia conquistado uma medalha de bronze no sábado, no K1 1.000 feminino. As outras medalhas foram conquistadas pelos atletas Ayrton  Rodrigues (duas de prata) e uma de bronze com o canoísta Mateus Henrique.

“Temos a nível estadual uma participação mais efetiva da Secretaria da Juventude e Esporte através do Secretario, e de sua equipe que tem estimulado e contribuindo para que o Esporte venha a ser valorizado e empregado na construção de uma juventude saudável, vencedora e acima de tudo cidadão”, destacou o coordenador de projetos da Associação de Canoagem de Porto Nacional, Wellington Aires. Nos últimos dias a equipe do Tocantins passou por um período intenso de treinamentos com o técnico da seleção brasileira de canoagem, Roman Vichenko, que esteve em Porto Nacional. A preparação para o Sul-Americano contou com o apoio do Governo do Estado, por meio da Sejuves.

Além de Ediléia Matos e Ayrton Rodrigues, o Tocantins teve ainda na competição, os atletas Matheus Costa, na cadete e Julli Risthely, na categoria Júnior Feminino. No total o Brasil obteve 19 medalhas de ouro, 27 de prata e 15 de bronze em todo o evento.

Ainda de acordo com Wellington Aires, responsável por repassar as informações da competição na Argentina, é muito importante destacar que os resultados conquistados pelos atletas do Estado do Tocantins reflete a seriedade, o empenho e a dedicação com que a Associação de Canoagem de Porto Nacional emprega na busca de criar as melhores condições para o adestramento dos atletas, objetivando não somente o seu destaque nas competições mas também o resgate da auto estima com a pratica da canoagem.A parceria entre comunidade, Estado e Município, guardadas as proporções, são primordiais para o sucesso e a continuidade do trabalho.

Resultados:

 Edileia Matos, 4 medalhas sendo uma de bronze 1000m e três de ouro no K1 500, 5000 e 200 metros –

Ayrton Rodrigues - prata no K2 Júnior - 1000 e 500m e

Bronze - K4 Júnior 500 metros

Matheus Costa - prata no K4 500 metros.

Total: 8 medalhas. (Ascom Sejuves)