Ciência & Tecnologia

Foto: Divulgação

O Ministro de Ciência e Tecnologia do País - MCTI, Marco Antônio Raupp, confirmou sua presença no Estado do Tocantins para o lançamento de quatro novos Editais da Fundação de Amparo à Pesquisa - FAPT no próximo mês. “É muito importante para o desenvolvimento científico e tecnológico do País conhecer as peculiaridades de cada Estado”, disse.

Em reunião interna com o diretor científico da FAPT, Renato Sarmento, na manhã da última segunda-feira, 29, em Manaus, Raupp destacou que só assim será possível criar políticas de apoio voltadas à realidade de cada Estado. “Por isso estarei no Tocantins para o lançamento desses editais, e ainda discutir políticas de CT&I para consolidar o desenvolvimento científico do Tocantins por meio da FAPT e da Secretaria de Ciência e Tecnologia. Raupp ressaltou ainda a importância das FAPs como agentes indutores de desenvolvimento. “É por meio das fundações que iremos descentralizar as políticas de Ciência e Tecnologia e Inovação do País. Precisamos fortalecê-las”, salientou Raupp.

“É com muita honra que vamos receber o Ministro Raupp no nosso Tocantins, assim ele poderá avaliar as particularidades do estado para discutir as políticas de CT&I, além de representar de forma efetiva a importância do incentivo à pesquisa para o fortalecimento técnico cientifico, fazendo com que o Tocantins seja referência nacional no âmbito do desenvolvimento de pesquisas”, explicou a Presidente da FAPT, e Secretária de Ciência e Tecnologia do Tocantins, Andrea Stival.

Novos editais

A FAPT irá lançar novos editais até o final do ano de 2012, sendo um resultado de termo de cooperação assinado entre FAPT e Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SEMADES) no valor de R$ 1.6 milhões, para o Programa de Pesquisa em Recursos Hídricos do Estado do Tocantins, concedendo 7 Bolsas de estudos em Biologia e Ecologia das Alterações Globais junto à Universidade de Aveiro (Portugal) e 10 projetos de pesquisa cientifica e tecnológica, no valor de R$ 100 mil cada, voltados à racionalização do uso e melhoria dos recursos hídricos.

Outro edital será lançado na área de energia, resultado de termo de cooperação de FAPT e Eletronorte, para investir em projetos de pesquisas tecnológicas voltadas para geração e transmissão de energia elétrica, preservando o meio ambiente e a biodiversidade. Além dos editais PIBIC Jr – FAPT e CNPq para 150 Bolsas para Iniciação Científica Junior (p/ alunos de escolas públicas do TO), investindo R0 mil reais, e PPSUS- FAPT/Ministério da Saúde/Sec. Saúde do TO/CNPq, para projetos de pesquisa para fortalecer e melhorar o sistema único de saúde, no valor de R$ 650 mil.