Polí­tica

Foto: Divulgação Iratã observa discurso de apoiador durante a campanha Iratã observa discurso de apoiador durante a campanha
  • Iratã discursa em uma de suas reuniões com eleitores durante a campanha

O vereador eleito pelo PSD, Iratã Abreu declarou ter gasto um total de R$ 835.843,97 na campanha. O filho da senadora Kátia Abreu (PSD) gastou o valor  mais alto dentre todos os eleitos. Iratã teve 2.144 votos e sendo assim baseado no valor gasto, o custo de cada voto foi de R$ 389,85.

Durante a campanha Iratã foi alvo de vários questionamentos e críticas diretas por parte de outros candidatos com relação à contratação de cabos eleitorais e lideranças.

Conforme levantamento do Conexão Tocantins, que mostra a receita e despesa de todos os vereadores eleitos, o peemedebista Emerson Coimbra foi o segundo que mais gastou R$ 263.185,78. A receita de Coimbra foi de R$ 303.606,52.

Em terceiro lugar ficou o vereador Lúcio Campelo (PR) que foi reeleito e gastou R$ 207.800,00. Em seguida vem o vereador mais votado, Rogério Freitas do PMDB que gastou R$ 187.98,50 mil.

Baseado nos gastos e no número de votos o vereador eleito que menos gastou foi Major Negreiros do PP. Cada voto dele saiu por 0,50 centavos. Negreiros declarou ter recebido R$ 90.603,56 de doações para a campanha mas o gasto que consta nos dados do Sistema do TSE é de apenas R$ 1.005,93.