Campo

Foto: Lenito Abreu

Equipes da Adapec – Agência de Defesa Agropecuária iniciaram nesta terça-feira, 13, uma operação de captura de morcegos hematófagos nas propriedades rurais de alguns municípios do Estado. O objetivo da ação é o controle populacional da espécie Desmodus rotundus que é considerado o principal difusor e propagador da Raiva entre os animais herbívoros (bovinos, bubalinos, equideos, ovinos e caprinos).

Em Sitio Novo e Palmeiras do Tocantins, municípios localizados na região Extremo Norte do Estado, a demanda é de atendimento a foco da doença. “Faremos uma varredura em abrigos previamente conhecidos, trataremos os morcegos hematófagos com pasta vampiricida, para depois liberá-los. Alguns serão enviados ao laboratório para diagnóstico laboratorial”, disse o gerente do Programa Estadual de Controle da Raiva dos Herbívoros, José Emerson Cavalcante.

Já no município de Aragominas, situado na região Norte do Estado, as equipes atenderão a solicitação de produtores rurais que alegaram o aparecimento de sugadura de morcegos em bovinos. “Faremos também o controle populacional destes morcegos para minimizar o número de animais agredidos e a ocorrência da doença”, disse.

Segundo Cavalcante, de janeiro a outubro de 2012 somente foram identificados 13 focos de Raiva em todo o Estado, que resultaram na morte de 30 animais. Além disso, os índices vacinais têm aumentado a cada ano. “Acreditamos que este resultado é graças à conscientização do produtor que tem notificado a Adapec os casos de suspeita da doença, além de vacinar o rebanho”, afirmou acrescentando que em 2011 mais de três milhões de herbívoros foram vacinados contra a Raiva.

A vacina é a forma mais eficaz de prevenção contra a Raiva, por isso a Adapec pede aos produtores rurais que aproveitem o manejo do rebanho durante a aplicação da vacina contra a febre aftosa e vacinem também contra Raiva. Para os animais primovacinados (que receberam só uma dose da vacina) devem receber um reforço com 30 dias. Os demais animais já imunizados, a vacinação é anual. (Ascom Adapec)