Cursos & Concursos

Foto: Divulgação

Desclassificada por falta de atestado de capacidade técnica, a Assessoria em Organização de Concursos  Públicos (AOCP) tenta através de recurso garantir sua participação na segunda etapa da licitação que seleciona a empresa para realização do certame da Polícia Militar. A empresa é a mesma que realizou o certame do Quadro Geral este ano. O certame prevê 300 vagas para soldados.

As empresas que concorrem no processo, a Consultoria e Planejamento em Administração Pública (Consulplan) e a Empresa de Seleção Pública e Privada (ESPP), devem apresentar até esta segunda-feira, 3, as contrarazões com relação ao recurso. O próximo passo é a apresentação da proposta técnica.

O último passo é a análise dos preços. A expectativa é que o governo estadual lance o edital do concurso ainda este ano.