Estado

Foto: Divulgação

O Sindicato dos Profissionais da Enfermagem do Estado do Tocantins – SEET cobrou explicações da Secretaria Estadual da Saúde do Tocantins quanto ao atraso no pagamento de plantões extras dos profissionais que trabalham no Hospital Geral Público de Palmas. O repasse da jornada extra está atrasado há pelo menos três meses. As denúncias foram feitas por servidores públicos daquela unidade.

Procurada pelo Seet, a área técnica da Sesau responsável pelo gerenciamento, informou que o fato estaria ocorrendo em função da demora na remessa documental do quantitativo de plantões extras realizados nos Hospitais da Rede Estadual de Palmas, assim como em quase todos os Hospitais Regionais no interior.

A entrega das planilhas contendo as informações necessárias ao pagamento dos valores aos profissionais é de responsabilidade das diretorias de enfermagem e dos departamentos de Recursos Humanos da rede Hospitalar estadual.

Por conta disso, o presidente do Seet, Ismael Sabino da Luz solicita a Sesau e suas áreas técnicas que reitere aos responsáveis acima, os prazos para os protocolos das informações, afim de que sejam dirimidos equívocos e sejam repassadas e confirmadas todas as informações ao departamento da Sesau, responsável pelos pagamentos devidos.

“Vamos fazer nossa parte! Tomando essa atitude o Estado não terá argumento pra deixar de pagar o que é direito do profissional que faz o plantão extra”, lembra o presidente.