Esporte

Foto: Divulgação

A Capitania Fluvial do Araguaia-Tocantins (CFAT) realizará no próximo domingo, dia 9 de dezembro, a 1ª Regata à Vela “Almirante Tamandaré”, no Lago da UHE Lajeado em Palmas, como parte integrante das comemorações alusivas ao Dia do Marinheiro e como evento de encerramento das atividades do Programa “Segundo Tempo – Forças no Esporte 2012”. A regata será disputada na classe “Optimist” e contará com a presença de 25 crianças, selecionadas dentre as 100 que participaram do Programa neste ano. A largada está prevista para às 9h, na raia montada junto ao píer da CFAT. Ao final do evento, será realizada a entrega de troféus aos primeiros colocados na regata, além de medalhas e certificados de participação a todas as crianças atendidas pelo Programa.

Criado em 2003 pelo Ministério da Defesa, em parceria com o Ministério dos Esportes, o Programa “Forças no Esporte” tem como público-alvo crianças de idade entre 10 e 13 anos, integrantes da Rede Pública de Ensino. Por meio da prática esportiva e da realização de atividades complementares, o Programa visa promover a inclusão social dessas crianças, tendo como propósitos específicos proporcionar aos participantes a melhoria do convívio e da integração social, da auto-estima, das capacidades e habilidades motoras, das condições de saúde, do rendimento escolar, além de diminuir a evasão escolar nas escolas atendidas e a sua exposição aos riscos sociais.

 Neste ano, o Programa completou o seu 4º ano de atividades atendendo a um núcleo de 100 crianças, pertencentes à Escola Estadual Vila União e às Escolas Municipais Antônio Carlos Jobim e Darcy Ribeiro. Ao longo de seis meses, essas crianças tiveram a oportunidade de aprender a velejar, além de realizar diversas atividades educacionais e culturais, e atividades orientadas à saúde e à preservação do meio-ambiente, com frequência de quatro vezes por semana, sempre no período da manhã. Elas também tiveram assegurado o direito a atendimento médico, odontológico, alimentação, roupas e transporte. Todas as atividades foram realizadas nas dependências da CFAT, conduzidas por militares e profissionais especializados. (Ascom Marinha)