Estado

Foto: Divulgação Estação de tratamento de esgoto no setor Aureny em Palmas (TO) Estação de tratamento de esgoto no setor Aureny em Palmas (TO)

Com previsão de investimento de mais de R$ 1 bilhão nos próximos anos em fornecimento de água e tratamento de esgoto sanitário, o Tocantins se prepara para ser o primeiro Estado da Federação a universalizar estes serviços. Parte destes recursos foi anunciada durante o primeiro Encontro do Governo com os prefeitos eleitos, na semana passada.

Segundo o presidente da ATS - Agência Tocantinense de Saneamento, Edmundo Galdino, os recursos virão de duas frentes. A primeira é pela Saneatins – Companhia de Abastecimento do Tocantins, de quem o Governo é parceiro e acionista. Pela companhia serão investidos mais de R$ 580 milhões em 47 municípios onde ela atua, recursos estes para o saneamento urbano.

A outra frente é pela ATS, que investirá mais de R$ 340 milhões a partir do início do próximo ano. “Estes valores vão para o saneamento rural e urbano, sendo que o rural acontecerá nos 139 municípios e o urbano nos 78 pequenos em que a Agência opera”, afirmou o presidente, acrescentando que as ações compreenderão abastecimento de água, drenagem, esgotamento sanitário e educação em saúde.

O presidente informou ainda que o saneamento rural será feito em parceria com municípios e associações. “Esta parceria é necessária porque existe uma metodologia de controle social destes recursos, por isso é importante envolver os prefeitos e toda a sociedade organizada”, enfatizou Galdino.

Os recursos

Os recursos a serem investidos pela ATS são oriundos do Ministério da Integração Nacional, da Funasa - Fundação Nacional de Saúde e do Incra - Instituto de Colonização e Reforma Agrária e atenderão principalmente as comunidades mais carentes do Estado. (Secom)