Estado

Foto: Juliano Ribeiro

A presidente da República, Dilma Rousseff, visitou o Tocantins, nesta quarta-feira, 19, e participou da cerimônia de entrega do certificado de conclusão do curso do Pronatec - Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego. O evento que certificou cinco mil alunos, ocorreu na Escola Municipal de Tempo Integral Caroline Campelo, no Setor Santa Fé, em Palmas.

Também participaram da cerimônia, o govenador Siqueira Campos; o ministro da Educação, Aloizio Mercadante; o ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas ; a presidente da CNA – Confederação Nacional da Agricultura, senadora Kátia Abreu (PSD); o secretário da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário, Jaime Café, dentre outros secretários e autoridades.

Durante seu discurso, a presidente Dilma Rousseff destacou a importância do Pronatec e da capacitação técnica para o desenvolvimento da agricultura. “O Pronatec amplia o acesso à educação, para que eles tenham acesso ao emprego de qualidade”, afirmou ela.

A presidente destacou, ainda, a importância da agricultura na geração de riquezas no País. “A nossa agricultura não se beneficia apenas pelas condições de nosso solo, das nossas águas, mas pela capacidade de nossa gente”, frisou Dilma, ressaltando o compromisso de seu Governo, em transformar a vida das pessoas que moram no campo, através da qualificação.

Discursos

Em sua fala, o governador também frisou a importância do Pronatec, no Tocantins, e destacou a necessidade de obras federais de infraestrutura, como a construção das eclusas nas hidrelétricas, a conclusão da ferrovia norte-sul, a duplicação da BR-153 (Belém-Brasília), dentre outras reinvindicações para o Estado.

A presidente da CNA também falou sobre a necessidade de investimentos federais no Estado, como a construção da hidrovia Tocantins. Além disso, ela destacou o potencial da área irrigada do Estado: “O Tocantins tem o maior potencial de área irrigada de todo o Brasil”, destacou Kátia.

Para o secretário da Agricultura, Jaime Café, os cinco mil estudantes que se formaram farão muita diferença no desenvolvimento para o agronegócio tocantinense. “Precisamos de capacitação no campo, para desenvolvermos ainda mais a agricultura do nosso Estado e o Pronatec possibilita tudo isso”, acrescentou Café.

Para o estudante Venâcio Carneiro Ribeiro, curso de Avicultura, do município de Pugmil, o Pronatec foi fundamental para sua formação. “Foi bom fazer esse curso e aprender todo o conhecimento, pois agora será mais fácil pra conseguir um emprego”, destacou Ribeiro.

Pronatec

O Pronatec - Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego é um empreendimento do governo federal, realizado por uma parceria entre o Ministério da Educação e as instituições do Sistema S. No setor rural, o Pronatec Rural é desenvolvido pelo MEC e o Sistema Nacional de Aprendizagem Rural – Senar/CNA, que possibilitou no Tocantins ao Senar - Regional e à Secretaria Estadual de Educação aplicar oito modalidades de cursos nos últimos seis meses, utilizando 169 escolas da rede estadual de ensino e atendendo 122 cidades, oferecendo cursos técnicos a 5.265 estudantes de ensino médio, com uma dotação inicial de R$ 4,5 milhões.

Os cursos têm carga horária mínima de 160 horas e o público alvo são estudantes matriculados na 2ª ou 3ª série do Ensino Médio, e que tenham algum vínculo com a Zona Rural. No próximo ano, a previsão é de que sejam oferecidas oito mil vagas no Estado e 50 mil em todo o País. (Ascom Seagro)