Estado

Foto: Divulgação

Diante do questionamento de alguns setores da sociedade e inclusive da defensoria Pública do Estado com relação à possibilidade do certame do Quadro Geral não suprir as demandas de vagas do Estado o secretário de Administração, Lúcio Mascarenhas afirmou ao Conexão Tocantins nesta quarta-feira, 9, que o cadastro reserva poderá ser estendido. “ Não sabemos exatamente o que vai acontecer mas é muito mais barato estender o cadastro reserva do que fazer outro concurso. Não vamos tomar essa decisão agora”, considerou. A convocação de mais concursados deste certame depende da posse dos convocados e da necessidade da administração pública.

Em janeiro serão chamados 782 aprovados no Concurso. “Vamos chamar no finalzinho deste mês os servidores concursados que substituem estes contratos”, disse. Em fevereiro, março e abril o número de contratos que vão vencer é bem maior que em janeiro, conta o secretário.

Mascarenhas disse que em dezembro de 2012 o Estado tinha exatamente 14.470 contratos somando todas as áreas e pastas. Destes, 2400 de professores da Educação foram extintos esta semana. Dos cerca de 12 mil que ficaram, o certame do Quadro Geral vai suprir 6.352 se todos os aprovados forem empossados. “Os outros seis mil que ficaram são os contratos dos auxiliares de serviços gerais, merendeiras, vigias de todas as unidades do Estado e o pessoal que trabalha na limpeza”, disse o secretário.

Mais concursos

O secretário confirmou que o governo pretende fazer este ano mais três concursos este ano: o da Polícia Militar que o processo licitatório já está em andamento e vai prever 300 vagas para soldado, o da Saúde e da Polícia Civil.

Terceirização                                       

Mascarenhas contou que em fevereiro será feita  a licitação para contratação da empresa terceirizada para os serviços gerais. “O serviço que os auxiliares de serviços gerais prestam vai ser suprido  através de contratação. Ninguém mais faz concurso para nível fundamental”, revelou. Maioria dos auxiliares de serviços gerais contratados são para as 594 escolas estaduais.