Polí­cia

Foto: Divulgação Acusado empreendeu fuga em caminhonete pertencente ao fazendeiro Acusado empreendeu fuga em caminhonete pertencente ao fazendeiro

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Lavandeira, intensificou as buscas com o objetivo de localizar o paradeiro de um homem acusado de roubar um veículo e inúmeros outros pertences em uma fazenda, na zona rural do município.

De acordo com informações do delegado Vicente Gomes Dourado, por volta das 20h30 da noite da última terça-feira, 15, um fazendeiro havia acabado de chegar em sua propriedade rural, localizada no município de Lavandeira-TO, quando foi surpreendido pelo caseiro da fazenda que, com a ajuda de um cunhado menor de idade, abordou a vítima no momento em que esta jantava em companhia de sua esposa.

O acusado, conhecido apenas pelo nome de Railan, de posse de uma espingarda marca Flawbert e uma faca na cintura anunciou o assalto e ameaçou atirar na vítima caso esta reagisse. Após amarrar o fazendeiro e um quarto e esposa deste em outro, Railan colocou vários objetos do casal na caminhonete pertencente ao fazendeiro e empreendeu fuga, tomando rumo ignorado.

Além da caminhonete marca Chevrolet, Modelo S10 DLX 2.8, Diesel, ano modelo 2003/2004, cor cinza de placas MWL 0680 de Aurora-TO, o criminoso também subtraiu uma moto serra marca Sthil, uma cela equina, três aparelhos celulares marca LG, uma caixa de ferramentas completa, um violão, um aparelho de DVD marca LG um relógio de pulso marca Orient, além de muitos outros pertences e R$ 120,00 em dinheiro.

Segundo informações da PC, o caseiro, autor do roubo, trabalhava na fazenda a pouco mais de uma semana e havia chegado há pouco tempo na cidade de Aurora, vindo segundo consta do município de Padre Bernardo em Goiás. Ele fugiu na companhia da mulher, um filho de colo e o cunhado de treze anos de idade.

O acusado foi visto pela última vez, próximo ao município de Novo Alegre-TO indo em direção a Goiás. Ainda segundo o delegado Vicente, as investigações e diligências estão sendo empreendidas no intuito de localizar e prender Railan no menor espaço de tempo possível. (Ascom SSP)