Ciência & Tecnologia

Foto: Divulgação

Com intuito de estreitar o relacionamento entre a Fundação de Apoio Científico e Tecnológico do Tocantins (Fapto), Universidade Federal do Tocantins (UFT) e Petrobrás, o engenheiro Luis Fernando Peixoto Gallo e a analista de estatística Carmen Lúcia Ferreira Galvão vieram a Palmas na última quarta-feira, 23 para tratarem do projeto intitulado “P&DI em processos termocatalíticos aplicados ao aproveitamento sustentável dos resíduos da indústria do petróleo e resíduos agroindustriais”, firmado em parceria entre as instituições citadas.

A visita teve o acompanhamento do diretor executivo da Fapto, professor Paulo Fernando Martins e da coordenadora do projeto, professora Glaucia Eliza Gama Vieira. No encontro, Martins deu as boas vindas aos representantes da Petrobrás e apresentou os departamentos da sede da Fundação, além de discutirem sobre diversos assuntos relacionados a pesquisa, desenvolvimento, tecnologia, linhas de financiamento, entre outros.

A Fapto, UFT e Petrobrás firmaram parceria para desenvolver o projeto em outubro de 2012, e a visita estava prevista no planejamento. Questões técnicas relativas ao projeto P&DI, como ajustes foram debatidas para dar continuidade a sua execução. Além disso, Martins destacou sobre o interesse da Fundação em ampliar as possibilidades de novas parcerias. "Reconheço na Petrobrás uma parceira estratégica para a Fapto, e sobretudo para o Tocantins", avaliou.

Gallo comentou ainda sobre a grande potencialidade da UFT, “a Universidade tem a vantagem de estar e uma cidade nova, planejada, que possibilita aos pesquisadores programar os projetos com antecedência” pontuou. O diretor da Fapto acrescentou que a UFT apesar de ter apenas dez anos, já possui uma quantidade muito representativa de doutores no corpo docente.

A professora Glaucia Eliza Gama Vieira é a coordenadora do projeto no Tocantins. Por parte da Petrobrás, os coordenadores são o Luis Fernando Peixoto Gallo e Arilza Pickler, que não pode comparecer à visita à Fapto.

Sobre o Projeto

O projeto “P&DI em processos termocatalíticos aplicados ao aproveitamento sustentável dos resíduos da indústria do petróleo e resíduos agroindustriais” tem a finalidade de fomentar pesquisas na área de produção de combustíveis alternativos a partir de resíduos da indústria de petróleo e agroresíduos e também formar recursos humanos na área, a partir da participação de alunos da Universidade Federal do Tocantins (UFT).

O público alvo é a formação de recursos humanos em uma área de pesquisa e desenvolvimento inovadora no Brasil, e ainda, a população em geral, que poderá ser beneficiada a médio e longo prazo com os resultados da pesquisa, considerando melhorias do ponto de vista ambiental e energético, a partir da destinação adequada de agroresíduos, da introdução de novas tecnologias na área no Estado, uso de novos combustíveis que não contribuem para a intensificação do efeito estufa, entre outros benefícios.