Estado

Foto: Lia Mara

Esta semana é decisiva para a finalização da reforma administrativa que a atual gestão estadual promete realizar. O anúncio e envio da Medida provisória deverão acontecer após o carnaval, conforme estimou o secretário de Relações Institucionais, Eduardo Siqueira Campos ao Conexão Tocantins nesta segunda-feira, 4.

“Esta semana é decisiva para a finalização do assunto. O governador deve começar a anunciar após o carnaval”, disse. O governo não adiantou ainda nenhuma das alterações que pretende fazer mas o propósito da mudança é economizar com os gastos da administração.

Uma das pastas mais cotadas para serem extintas é a Cultura, comandada atualmente por Kátia Rocha. O cantor e compositor Genésio Tocantins chegou a fazer um apelo ao governo durante sessão de posse do presidente da Assembleia Legislativa, Sandoval Cardoso (PSD) para que tal cogitação não aconteça. Questionado pelo Conexão Tocantins Eduardo comentou que não sabe se há esta intenção por parte do governador. “Não vi hora nenhuma o governador falar em extinção”, disse.

Com relação á pasta Eduardo pontuou porém que o governador dispõe de todas as opções e que uma possível junção com outra área como a Educação, por exemplo, poderia não prejudicar o implemento de políticas públicas para a área. “ Estudos e opções estão sendo formulados em todas as direções”, disse.

De acordo com o secretário as alterações tem como ponto base a economia  e modernidade na máquina pública. “Não teremos extinção de nenhuma política”, completou.

Alterações cogitadas

Além da Cultura as pastas da Habitação, Ciência e Tecnologia e também Juventude e Esporte seriam as cogitadas para extinção. A cultura e o Esporte poderão ser anexados à Educação.   A pasta da Indústria e Comércio, comandada por Paulo Massuia, passaria a comandar também a Ciencia e Tecnologia. A Setas, que tem Agimiro Dias a frente, receberia também a juventude.