Polí­tica

Foto: Divulgação

Na abertura dos trabalhos da 7ª Legislatura da Câmara de Palmas, o líder da bancada oposicionista, vereador Iratã Abreu (PSD-TO), reafirmou seus compromissos com a população de Palmas e ressaltou que fará uma oposição coerente.

“Faremos a boa oposição, uma oposição de propósitos, de convicções, uma oposição a possíveis atos em desfavor dos palmenses. Uma oposição coerente, que não apenas critica, mas que aponta as soluções”, disse Iratã Abreu em seu discurso.

Iratã reconhece que qualquer prefeito tem pelo menos 100 dias para implantar as políticas de seu governo, mas que estará atento às diretrizes que regem e norteiam a atual gestão e que alguns dos atos do prefeito Carlos Amastha (PP) já causam preocupação.

Dentre eles, Iratã enumerou o novo remanejamento de 50% para investimentos e gastos da Prefeitura; a administração feita por meio de decretos; atribuir a um secretário de governo às prerrogativas a ele confiadas pelos palmenses; a situação dos servidores públicos concursados do município, que tiveram seus direitos adquiridos ignorados pelo prefeito; e revogação dos direitos dos procuradores do município, hoje subordinados a um secretário e não ao prefeito como rege a Lei Orgânica de Palmas.

Em sua fala, o vereador reafirmou seu compromisso de representar de fato os que estão à margem da Lei, à margem do acesso aos seus direitos básicos: educação de qualidade, saúde digna e buscar a Palmas sonhada por todos. (Assessoria de Imprensa)