Estado

Foto: Divulgação

A reforma administrativa que o governador Siqueira Campos prepara deste o final do ano passado teve o anúncio adiado pela segunda vez nesta quinta-feira, 21. Alegando a necessidade de fazer alguns ajustes na Medida Provisória que trará a reformulação nas pastas e alguns órgãos do Executivo, o governador fará o novo anúncio na segunda-feira. 14. A MP será encaminhada para apreciação e aprovação da Assembleia Legislativa.

O secretário de Relações Institucionais, Eduardo Siqueira Campos adiantou ao Conexão Tocantins que a perspectiva do governo é de economizar R$ 40 milhões por ano com as alterações que serão feitas. Os cargos em comissão, segundo ele, continuarão com a preferência de serem ocupados por servidores efetivos e além disso os custos serão diminuídos nas pastas.

Eduardo contou porém que não sabe estimar se o governador vai faze alguma alteração nas informações que já foram confirmadas sobre a reforma. “ Não sei dizer se ele vai mudar algo”, ponderou.

Alterações

Já foram confirmadas algumas alterações previstas como a separação da área do Esporte da Juventude. Neste caso Olintho Neto permanece no comando da Juventude e o deputado federal Eduardo Gomes foi convidado para assumir o Esporte.

 Será criada uma Agência de Transportes que vai substituir o Dertins e ainda uma Agência de Comunicação que vai ser comandada pelo jornalista Cristiano Machado. A Agência de desenvolvimento Turístico – Adtur será anexada à pasta da Cultura.

 Uma super pasta será criada e denominada de  Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Inovação Tecnológica que será comandada por Paulo Massuia. Questionado pelo Conexão Tocantins sobre o impacto financeiro que a reforma trará para a gestão o secretário de Administração disse que apenas o governador vai expor os números.

Efetivadas

O ex-reitor da Universidade Federal do Tocantins (UFT) Alan Barbiero foi para a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semades). O ex-subsecretário da Fazenda Marcelo Olímpio foi empossado na Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz). Divaldo Rezende, que comandava a Semades, assumirá a Secretaria Especial de Promoção e Atração de Investimentos.