Estado

Maior central sindical do país, a CUT – Central Única dos Trabalhadores do Tocantins levará mais de 250 sindicalistas para a Marcha da Classe Trabalhadora que acontece nesta quarta-feira, 6, em Brasília.

A Marcha, que reunirá sindicalistas de todas as centrais sindicais do Brasil e movimentos sociais, luta pela aprovação da PEC – Proposta de Emenda Constitucional que reduz a jornada de trabalho para 40 horas semanais, sem redução de salários, 10% do PIB para a educação, 10% do PIB para a saúde, entre outros.

A concentração está programada para as 7h, no estacionamento do Estádio Mané Garrincha, de onde os trabalhadores seguirão em caminhada até o Congresso Nacional.

Entre os sindicatos filiados à CUT Tocantins participam o Sintet – Sindicato dos Trabalhadores na Educação do Tocantins, Fetaet - Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, Seet - Sindicato dos Profissionais da Enfermagem no Tocantins, Sindicato dos Agentes de Saúde, Sindicatos dos Trabalhadores na Construção Civil, entre outros.