Esporte

Foto: Divulgação

Foram  seis  lutas,  três  com quimono e mais três  sem quimono,  para que o  atleta tocantinense Hudson Lee, conquistasse o primeiro prêmio internacional no Jiu-Jitsu, e  levasse  para casa o primeiro cinturão internacional disputado  no último sábado, 9,  no campeonato NAGA, em  Las Vegas, EUA.

A luta aconteceu às 8h, no Vegas Sport Center, onde Lee ganhou em duas categorias. Em primeiro lugar com o quimono que vale o cinturão conquistado, onde obteve o placar de quatro a zero e ainda obteve o segundo lugar sem quimono.

Hudson Lee entra para história como o novo dono do cinturão do peso de até 90 quilos - com quimono - representando o Estado do Tocantins e Palmas, no circuito internacional de Jiu-Jitsu. Num mesmo dia em um só campeonato Hudson Lee, foi ao pódio duas vezes. Uma para receber o prêmio de vice-campeão sem quimono (NO GI) e a outra com o quimono (GI).

O título já lhe rendeu louros, o garoto de apenas 21 anos recebeu o convite do lutador, Wanderlei Silva (UFC) para passar uns dias em sua academia, em treinamento, em Las Vegas.

Após a luta, Lee conversou com a sua mãe, dona Marisa Amorim, que reside em Palmas. Para ela é o começo de muitas vitorias. “Eu sempre acreditei no potencial do meu filho, estou muito feliz pela vitória e por ele estar representando nosso Estado”.

O lutador Hudson Lee, ficou emocionado ao dedicar sua vitória para a dona Zélia Braz. “Ela é conhecida carinhosamente por “vozinha” e aprendeu a usar a internet aos 70 anos de idade”, disse Lee emocionado. "Dedico esta vitória a todos os esportistas, ao povo tocantinense e em especial a minha querida Palmas", disse.

O atleta recebeu apoio do prefeito de Palmas, Carlos Amastha (PP) e da construtora Saudibrás, para as despesas com passagens e estada nos EUA.

Campeonatos

Hudson Lee participa de 20 a 24, do campeonato Pan Americano de Jiu-Jitsu, na Califórnia.   O evento é o segundo maior do mundo com a participação de vinte mil pessoas e cinco mil atletas.

Histórico

Hudson Lee tem apenas 21 anos, mas já ostenta em seu curriculum algumas vitórias interessantes:  campeão brasileiro na faixa azul  de Jiu-Jitsu; campeão Mundial World League Pro (SP) em 2010; campeão brasileiro em 2010 e vice-campeão do Campeonato
Mercosul, na Argentina em 2011