Cultura

Foto: Divulgação

Segue até esta quinta-feira, 28, no Memorial Coluna Prestes, em Palmas, o work shop “Ativador de Espacialidades Temporárias (A.E.T.), patrocinado pela Funarte (Fundação Nacional de Artes) e apoiado pelo Governo  do Estado do Tocantins através da Secretaria da Cultura (Secult). Coordenado pelos arquitetos Breno Silva e Louise Ganz, o A.E.T. é um desdobramento do trabalho “Lotes Vagos: ocupações urbanas experimentais”, já ocorridos em Belo Horizonte (MG) e Fortaleza (CE) em que, utilizando uma plataforma na internet, pode-se estabelecer parcerias para utilização de espaços vagos, como galpões, piscinas, terrenos e outros, transformando esses espaços em bibliotecas, escolas de dança ou música, ateliê de pintura, local de escambo ou serviços informais. “As possibilidades são infinitas”, explicam os arquitetos.

De acordo com o coordenador de Artes Visuais da Secult Antônio Netto, o A.E.T.  é um projeto inovador que possibilita não somente ao artista mas também a qualquer pessoa um intercâmbio inusitado que atravessa fronteiras. “imagine uma pessoa comum, de repente se ver em olvida, participando de uma atividade ou de um projeto fora de sua cidade ou mesmo em outro país, emprestando a garagem de sua casa para um show, uma montagem teatral  ou até mesmo para um restaurante temporário”, afirma Netto, acrescentando que o work shop é justamente para ensinar as pessoas a utilizarem a ferramenta. “É uma janela para o infinito”, diz o coordenador.

Para a secretária da Cultura Kátia Rocha, o apoio do Governo do Estado través da Secult, cedendo o espaço no Memorial Coluna Prestes já é uma integração ao projeto. “O Memorial é um espaço público e se adequa bem a esse tipo de iniciativa inovadora, oferecendo mais uma ferramenta de integração ao mundo da arte e a atividades de intercâmbio”, afirma Kátia. O work shop, que teve início na última segunda-feira, 25, acontece até esta quinta, 28, das 18 às 22 horas. O endereço eletrônico do A.E.T. é www.ativador.org (Ascom Secult)