Polí­tica

Foto: Divulgação

Depois de 100 dias em São Paulo, o senador João Ribeiro (PR) foi liberado pela equipe médica do Hospital Sírio-Libanês, onde faz acompanhamento pós-transplante de medula óssea, para participar do casamento da sobrinha dele, Geysa Couto Ribeiro com Roberto Von Kriiger Filho, em Brasília. Esta é a primeira vez que o senador sai de São Paulo desde o transplante.

A cerimônia, realizada neste último domingo, 14, marcou a primeira aparição pública do senador e emocionou familiares e amigos. “É uma alegria imensa poder retornar a Brasília para rever familiares e amigos, depois de um longo período de tratamento”, destacou o senador.

Acompanhado da esposa, Cinthia Ribeiro, e dos filhos: Diego Ribeiro, João Ribeiro Júnior, Giovanna Ribeiro e João Antônio, o senador foi um dos padrinhos da noiva. “Geysa é uma das filhas mais velhas do meu irmão Lázaro. Não poderia deixar de vir, meu irmão foi tão importante para meu tratamento”, disse Ribeiro. Lázaro Ribeiro foi quem doou a medula ao senador. “Momentos como este reforçam nossa fé em Deus e sabemos que ele está conosco”, afirmou Ribeiro.

Ao falar sobre o transplante e citar a presença de João Ribeiro na festa, Lázaro se emocionou. “Sinto-me agradecido  a Deus e ao meu irmão e por esse presente de casamento para minha filha. Considero a presença dele um presente em nossas vidas”, disse.  Segundo ele,  poder ajudar é uma dádiva: “Deus me permitiu ser doador e me sinto agraciado em dar essa contribuição com a vida do meu irmão”.

Surpresa

A presença do senador no casamento pegou a todos de surpresa. Até a última sexta-feira, 12, Ribeiro não sabia se conseguiria liberação médica para participar da cerimônia.  Depois de passar por uma avaliação, a equipe da médica Yana Novis  permitiu que ele viajasse. João Ribeiro está licenciado do Senado para continuar o tratamento no Sírio-Libanês, em São Paulo. (Assessoria de Imprensa)