Polí­tica

Foto: Divulgação

Presidente da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio (CDEIC) da Câmara dos Deputados, o deputado federal Ângelo Agnolin (PDT-TO) esteve na Confederação Nacional da Indústria (CNI), na manhã da última quinta-feira, 9, para evidenciar assuntos que são de interesse do setor industrial e que estão em discussão no âmbito da CDEIC.

A palestra do deputado Agnolin, que abriu o ciclo de debates da reunião ordinária do Conselho de Assuntos Legislativos da CNI, foi elogiada pelos representantes do setor, principalmente pela posição bilateral do parlamentar, em prol de uma sintonia entre os interesses dos setores de capital e trabalho.

Para Agnolin, a indústria está com o sinal amarelo ligado para perca de competitividade e por isso devem ser direcionados esforços para alavancar o setor e com isso ajudar o Brasil em seu processo de desenvolvimento. “Mas sem nos esquecermos dos direitos e garantias que devem ser dados ao setor de mão de obra”, disse.

Agnolin ainda reconheceu a necessidade de inovações para o resgate da competitividade das indústrias brasileiras e se colocou como interlocutor na busca dos avanços em infraestrutura e aporte às micro e pequenas empresas, que de acordo com o deputado, tem tido avanços consideráveis. “Quero ser um suporte parlamentar para a inovação do setor produtivo e, com isso, ajudar a construir um caminho propício para um salto de qualidade desse seguimento, isso significará uma retribuição à indústria que tanto já fez pela economia do nosso país”, finalizou.

O presidente do Conselho de Assuntos Legislativo da CNI, Paulo Afonso Ferreira, declarou seu contentamento com a exposição feita pelo deputado Agnolin, mencionou a importância de usar a estrutura da CDEIC no processo de discussão dos assuntos referentes ao setor e reconheceu a importância da mobilização conjunta para o alcance do nível de competitividade necessário ao incremento da economia da indústria brasileira. (Assessoria de Imprensa)