Estado

Foto: Divulgação

A Diretoria de Tecnologia da Informação do Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins acaba de colocar em funcionamento um novo sistema de firewall (em português: parede de fogo) nas comarcas de Novo Acordo e de Tocantinópolis, com o objetivo de aperfeiçoar os protocolos de segurança da rede de computadores que atende o judiciário.

Segundo Rogério Nogueira, diretor de Tecnologia da Informação do TJTO, “esse trabalho que está sendo realizado nas comarcas do interior permite um controle regionalizado, dando uma segurança modular que vai restringir a possibilidade de acesso às informações de pessoas que não estejam autorizadas e dar mais agilidade aos usuários do sistema e-Proc”.

Na próxima semana, a diretoria de Tecnologia da Informação estará com duas equipes de trabalho, para no período de 3 a 8 de junho implantar o firewall em 13 Comarcas. São elas: Paraíso do Tocantins, Pium, Cristalândia, Gurupi, Formoso do Araguaia, Figueirópolis, Araguacema, Colméia, Guaraí, Colinas do Tocantins, Arapoema, Araguaína e Wanderlândia.

O investimento previsto na segurança de rede de todo o judiciário tocantinense é da ordem de R$ 2,3 milhões e deve ser executado durante todo o ano de 2013. A modernização dos sistema de informática e investimento na segurança da rede é uma determinação do Plano de Ação da desembargadora Ângela Prudente, presidente do TJTO. (Com informações do TJ)

Por: Redação

Tags: Angela Prudente, Tribunal de Justiça