Campo

Foto: Divulgação

A 25ª Cavalgada de Araguaina foi realizada na manhã deste domingo, dia 2, nas ruas da cidade com a participação de autoridades estaduais. “Esta cavalga é uma manifestação cultural e representa a força pujante do campo, impulsionando o agronegócio da Região Norte do Estado”, expressou o secretário estadual da Agricultura e Pecuária, Jaime Café. A cavalgada marca todos os anos, a abertura oficial da Expoara 2013 – Exposição Agropecuária de Araguaína, que acontece de 30 de maio a 9 de junho, no Parque de Exposição Dair José Lourenço.

Para o vice-governador João Oliveira, a cavalgada é um marco importante para a valorização do produtor rural. “O Governo do Estado vem apoiando e acompanhando de ponta a ponta as exposições agropecuárias no Tocantins. Notamos a importância e a sustentação que a agropecuária tocantinense gera na economia e o governo estará sempre presente para contribuir para melhoria deste segmento significante para os tocantinenses”, enfatizou.

Segundo o presidente do Sindicato Rural de Araguaína, Wanderlei Monteiro de Araújo Filho, a Cavalgada abre oficialmente a Expoara em grande estilo. “A cada ano que passa, demonstramos a força da cavalgada considerada a maior do mundo deste gênero”, argumentou.

O diretor de comitivas da cavalgada, Danilo Lins, se empolga em falar sobre o crescimento do evento. “É impressionante como, a cada ano, as pessoas querem participar desta cavalgada que chama atenção da população durante a caminhada nas ruas, estimado num público de 80 mil pessoas durante o percurso até o encerramento. Todos os anos aumentam em 500 a 600 cavaleiros e amazonas participando”, disse o diretor, acrescentando que já havia aproximadamente quatro mil e trezentos inscritos, mas a estimativa é ultrapassar os cinco mil pessoas.

Participantes

A cavalgada desperta interesse de crianças, jovens e adultos. O pequeno Samuel Martins de 6 anos, da cidade de Araguaína,  estava animado em participar pela primeira vez. “É uma atividade que gosto muito, era meu sonho participar desta cavalgada”, disse.

Ivana Saraiva Castro, do município de Palmeiras do Tocantins, participa pela segunda vez e diz que a participação é entusiasmante. “Quando monto no cavalo para galopar esqueço do mundo. Esse tanto de gente, todo mundo alegre, é uma terapia que faz bem, por isso todos anos quero participar”, disse. 

Evento

A cavalgada é um evento tradicional, que acontece há 25 anos na Região Norte do Estado, que reúnem cavaleiros e amazonas do Tocantins e os Estados vizinhos, como Maranhão e Pará. Este ano, participaram cerca de 35 comitivas, que disputam premiações diversificadas.