Polí­cia

Foto: Divulgação

A Polícia Militar prendeu nesta quinta-feira, dois homens acusados de participar da explosão de um caixa eletrônico nesta madrugada, 20, na cidade de Araguanã, a 459 quilômetros de Palmas, na região Norte do Estado.

Por volta de 1h45 da madrugada de hoje, os policiais foram acionados sendo informados de explosões em um caixa eletrônico de um banco localizado no centro da cidade.

No local, testemunhas informaram aos militares que quatro homens fortemente armados estavam dando proteção a uma quinta pessoa que estava no interior da agência efetuando as explosões.

Os policiais deram inicio às buscas, sendo que foram informados de que os acusados teriam seguido até o Rio Araguaia, onde uma embarcação aguardava por eles para ajudar na fuga.

A Polícia Militar realizou patrulhamento em região de mata fechada no município de Xambioá, também no Norte do Estado, conseguindo prender dois dos acusados, sendo eles: Daniel Alonso de Moura Araújo, 30, e Felipe André Teixeira de Jesus, 33.

Após estas duas prisões, os policiais continuaram o patrulhamento, quando foram surpreendidos por um terceiro acusado, que efetuou disparos contra os policiais, dando início a uma troca de tiros. O acusado que estava sem documentos pessoais, mas que foi identificado como sendo Marcelo, foi atingindo, sendo socorrido e encaminhado pela PM para o Hospital da cidade de Santa Fé do Araguaia-TO, mas não resistiu e veio a óbito.

Outros dois acusados continuam foragidos, sendo que os policiais continuam em diligência na região na tentativa de capturá-los. Segundo a PM, todos os acusados são da cidade de Araguaína.

Com os acusados os policiais apreenderam três motocicletas, um fuzil 762, uma pistola 380, 13 munições do mesmo calibre intactas, quatro celulares, uma bateria de celular, um relógio, duas luvas, uma lanterna, uma mochila preta, um alicate, uma touca ninja, e R$ 47.690,00 em dinheiro.

Os acusados e os produtos apreendidos foram encaminhados à Delegacia de Polícia Civil, onde foram realizados os procedimentos cabíveis. (Com informações da PM)

Por: Redação

Tags: Araguanã, Polícia Militar