Polí­tica

Foto: Divulgação

O presidente da Associação Tocantinense de Municípios (ATM), o prefeito de Almas, Leonardo Sette Cintra (PSDB) juntamente com gestores da região Sul do Tocantins se reuniram com deputados estaduais para solicitar apoio da bancada para o manifesto público de prefeitos, previsto para ocorrer em julho. O encontro aconteceu na tarde desta quarta-feira (19/06), durante recesso do projeto Parlamento Popular, realizado em Gurupi. 

 A reivindicação da correta redistribuição do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), entre outras questões ligadas a luta municipalista foi lembrado por Cintra.  “Durante os últimos meses, os prefeitos se reuniram em encontros promovidos pela ATM para discutir problemas da administração publica municipal. Diante do cenário alarmante que se encontra os municípios, com recursos cada vez mais escassos, nós decidimos por unanimidade realizar um protesto contra o Governo Federal, uma mobilização a nível nacional. Para isso, precisamos do apoio dos deputados, para ampliar nossa representatividade” disse o líder municipalista.

Durante o encontro, o presidente da ATM estava acompanhado dos prefeitos Charles Evilácio (São Salvador do TO), Fábio Vaz (Palmeirópolis), Fernandes Rodrigues (Figueirópolis) Onassys Costa (Jaú do Tocantins) e Zé Pequi (Aliança do Tocantins).

Paralisação de rodovia Federal

A intenção dos prefeitos é paralisar a Rodovia Federal Belém-Brasília (BR-153), em trechos que ainda serão definidos, e “com a participação de outros estados brasileiros cortados pela BR, encabeçados pelos presidentes das demais associações municipalistas, que também sinalizaram dificuldades em administrar as contas públicas”, destacou Leonardo Cintra.

Parlamentares

Os deputados estaduais discutiram com os prefeitos a proposta levantada. Entre eles, o presidente da Assembléia Legislativa, Sandoval Cardoso (PSD) que se colocou a disposição dos prefeitos. Já o parlamentar Osíres Damaso (DEM) sugeriu que a realização do manifesto ocorresse durante o horário de meio dia, para que não prejudicasse tanto a classe de caminhoneiros que circulam pela BR-153. Por sua vez, a deputada Luana Ribeiro (PR) indicou a realização de audiência pública para que seja construída uma pauta de reivindicações.

Em seguida, o deputado Zé Roberto (PT) questionou se os prefeitos levarão uma proposta concreta para as manifestações. O presidente da ATM respondeu que a “revisão dos indicies de distribuição do FPM, bem como o repasse de recursos proporcional as novas incumbências determinadas pelo Governo Federal estarão entre as propostas pensadas”. (Ascom ATM)