Estado

Foto: Divulgação

Passados quase oito meses desde a posse da prefeita Silvia Pereira da Silva, os servidores públicos municipais de Sandolândia, na Região Sudoeste, ainda não receberam os pagamentos dos salários de novembro, dezembro e o 13º salário que não foram pagos pela administração anterior.

 Diante desta situação, os servidores solicitaram o auxílio do Sindicato dos Servidores Públicos do Estado do Tocantins (SISEPE-TO) para resolver o impasse. Uma equipe do SISEPE-TO formada pelo presidente Cleiton Pinheiro, o diretor-geral, Marcos Roberto e o diretor da regional Sul, João Gualberto, esteve no município na quarta e quinta-feira, 16 e 17, para conversar com a prefeita sobre o assunto e buscar medidas que agilizem o pagamento.

 Na reunião com a prefeita, o SISEPE-TO defendeu o imediato pagamento dos direitos dos servidores. De acordo com o presidente, “além do pagamento dos salários atrasados, cobramos também da prefeitura outros direitos dos servidores que não estão sendo respeitados como adicional noturno e insalubridade”.

 Sobre a situação de Sandolândia, o SISEPE-TO vai se reunir com a assessoria jurídica da Prefeitura para tratar da demanda judicial  que existe em relação ao pagamento dos salários atrasados. A solução de problemas no Plano de Cargos e Carreiras também foi cobrada junto à Prefeitura, uma vez que, com a revogação do estatuto, muitos servidores foram alocados em cargos que nada tem a ver com as funções que realmente exercem. 

Sandolândia tem mais de 100 servidores concursados.

 Outros municípios

 A equipe do Sisepe também esteve em Araguaçu e se reuniu com o prefeito Luziano Pereira Rocha para discutir Plano de Carreiras dos servidores municipais, Estatuto do Servidor e implantação de Regime Próprio de Previdência.

 O último compromisso desta semana no interior do Tocantins aconteceu em Gurupi, quando o SISEPE-TO se reuniu com a Comissão de elaboração do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) e do Estatuto dos servidores públicos municipais. Foi a primeira reunião e serviu para abrir os trabalhos do grupo e organizar o cronograma de ações. Ficou acertado que no próximo dia 25, quando haverá uma nova reunião, será apresenta a minuta do projeto de lei. (Assessoria de Comunicação SISEPE-TO, Antonio da Luz)

Por: Redação

Tags: Sandolândia, Silvia Pereira da Silva