Polí­cia

Foto: Divulgação

A Polícia Civil, por intermédio da Delegacia da Criança e do Adolescente de Colinas do Tocantins, apreendeu, na manhã desta sexta-feira, 09, aproximadamente 100 quilos de substâncias entorpecentes, sendo; 75 quilos de maconha, 13 de pasta base de cocaína e 12 quilos de ácido bórico. A grande quantidade de drogas foi encontrada em poder de Jansley Cavalcante Barbosa, também conhecido pelo apelido de “Magrão” que foi autuado em flagrante delito por tráfico e associação para o tráfico.

De acordo com a delegada Olodes Maria Oliveira Freitas, a apreensão das drogas e a prisão de “Magrão” aconteceram por volta das 7h da manhã de hoje, e são resultado de mais de três meses de investigação de campo realizada pela equipe de policiais civis da DECA de Colinas.  Após incansável busca para identificar e individualizar a pessoa conhecida pelo apelido de Magrão, o qual utilizava vários nomes com o objetivo de dificultar sua localização.

Com base em suas características físicas, o acusado foi avistado na praça da Bandeira, na cidade de Araguaína e ao ser abordado, foi encontrado com o mesmo uma carteira de identidade falsa em nome de Elizeu Carlos de Araújo. Ao perceber que próximo à referida praça existia uma agência de turismo, os agentes foram até o local a fim de conferir se existia ali uma encomenda em um dos nomes utilizados pelo acusado.

 Os policiais civis constatarem a existência de um pacote endereçado a Elizeu e, ao abrirem a encomenda, encontraram um aparelho de ar condicionado. Escondido no interior do mesmo, estavam acondicionadas 12 barras de pasta base para fabricação de cocaína, totalizando aproximadamente 13 quilos da droga. Magrão de imediato recebeu voz de prisão por tráfico e associação para o tráfico.

Dando continuidade as diligências, a equipe da Polícia Civil se deslocou até a residência de Magrão e, em um dos quartos do imóvel encontraram sessenta e sete barras e meia de maconha e aproximadamente 12 quilos de ácido bórico, substância utilizada para o refino da cocaína, duas balanças de precisão, a quantia de R$ 2.450,00 em dinheiro, uma folha de cheque emitido no valor de R$ 500,00 e uma motocicleta Honda XRE 300 de cor vermelha. O valor de todas as apreensões realizadas gira em torno de R$ 190.000,00 (Cento e Noventa Mil Reais).

Quando os agentes tentaram qualificar Magrão, constataram que além do nome de Elizeu Carlos Araújo, o acusado também se apresenta como Jansley Cavalcante Barbosa sendo constatado que o mesmo responde pelos crimes de furto e tráfico de drogas no Estado de Goiás. O acusado também foi identificado pelo nome de Wayne Ferreira dos Santos e é indiciado pelo crime de estupro de vulnerável no município de Araguaína.

As investigações que resultaram na prisão de Magrão e na apreensão de 100 quilos de drogas são resultado do esforço contínuo da Polícia Civil, por meio da equipe de Policiais de Colinas que não tem medido esforços no combate incessante a criminalidade naquele município. As investigações também tiveram total apoio da Secretaria da Segurança Pública, na figura de seu Secretário, da Chefia da Polícia Civil e da Diretoria de Polícia do Interior. (Com informações da Secretaria de Segurança Pública)