Saúde

Foto: Márcio Vieira

Com período de estiagem, municípios da região Sudeste do Tocantins sofrem com a escassez de recursos hídricos e milhares de famílias têm que armazenar águas das chuvas e utilizar carros-pipa para atender às necessidades básicas. Diante disso, técnicos de Vigilância da Água de Consumo Humano (Vigiagua), da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), estão com visitas programadas para orientar técnicos de cada município sobre boas práticas no manuseio da água e nos cuidados relacionados à manutenção deste recurso, tendo em vista a prevenção das doenças de transmissão hídrica.

Conforme a gerente do Vigiagua, Lisandra Pereira Porto, o programa está presente em todos os municípios que desenvolvem ações preventivas em relação às formas de abastecimento de água. “O objetivo do Vigiagua é reduzir o índice de doenças de veiculação hídrica, como as diarreias e hepatite A”, explica.

Os técnicos municipais receberão orientações para identificar situações de risco quanto aos veículos transportadores, como também monitorar a qualidade da água distribuída por carros-pipa e de cisternas; além de ensinar a população a realizar tratamento da água no domicílio. “A água armazenada deve ser filtrada, fervida ou desinfectada com solução de hipoclorito de sódio a 2,5% antes de ser ingerida ou usada para cozinhar. Ficará a cargo dos agentes de saúde o trabalho de orientar a população sobre como armazenar a água e como tratá-la para consumo” esclarece a gerente.

Cidades visitadas

A equipe do Vigiagua fará visitas com o intuito de orientar técnicos municipais de saúde sobre as atividades a serem desenvolvidas no abastecimento de água para consumo humano de 18 a 24 de agosto nos municípios de Paranã, São Salvador, Palmeirópolis e Jaú; e de 25 a 31 para Taguatinga, Arraias, Conceição do Tocantins, Combinado e Aurora.  Já no período de 9 a 13 de Setembro, a orientação será para os municípios de Dianópolis, Natividade, Porto Alegre e Almas.

Vigiagua

O programa foi implantado no Tocantins em 2002, com a missão de verificar se a população está tendo acesso à água de qualidade compatível com o padrão de potabilidade estabelecido pela portaria do Ministério da saúde nº  2914/2011 e dessa forma melhorar as condições de vida da população. O Vigiagua está presente em todos os municípios que desenvolvem ações preventivas em relação a todas às formas de abastecimento de água, com objetivo de reduzir o índice de doenças de veiculação hídrica. As ações desenvolvidas são cadastro e inspeção das formas de abastecimento de água; monitoramento da qualidade da água, através de análises fisicoquímicas e microbiológicas; alimentação de dados no sistema de informação Sisagua; e Avaliação ambiental e epidemiológica. (ATM)